Novum Canal

mobile

tablet

(C/ VÍDEO) Rally ACP Clássicos Norte passou por Castelo de Paiva

Partilhar por:

Este ano, o Rally ACP Clássicos trouxe muitas máquinas de sonho a acelerar as rotações por terras do norte. Ao trajeto delineado pela organização, juntam-se cenários de grande beleza, tão característicos das zonas do douro e privilegiando o município de concelho de Castelo de Paiva. Dois territórios que inspiram pela sua natureza, história e tradições, e que viram os clássicos.

Com partida do Porto, o Rally ACP Clássicos Norte arrancou logo pela manhã para cumprir uma extensão de cerca de 150 kms, percorrendo algumas zonas de estradas ideais para este desporto automóvel, tanto a norte como a sul do Douro. Esta prova emblemática do ACP disputou-se entre a zona do Douro e o concelho de Castelo de Paiva.

Esta prova teve como característica principal o ritmo em que decorreu, tendo, no entanto, uma componente desportiva acessível a quem pretendeu iniciar-se nestas provas de regularidade histórica, sendo que foram admitidas várias categorias, veículos desde janeiro de 1946 até Dezembro de 2000 (futuros clássicos), sendo que, esta prova contou para o ACP Clássicos CUP [1] e aceitou inscrições de Futuros-Clássicos (viaturas fabricadas entre 1991 e 2000) desde que certificadas pelo ACP Clássicos.

O percurso definido pela organização para esta prova de clássicos, contemplou uma descida desde o território de Canelas (Penafiel) pela EM617 em direcção à marginal do Douro, através da EN108, em direcção a Entre-os Rios, depois da travessia do Rio Douro, seguindo pela EN224 e EN222 até Castelo de Paiva, passando por fora da zona central da vila, de modo a seguir pela EN224 em direcção a Arouca.

Nesta passagem pelo território, existiram algumas zonas de regularidade, como foram a descida de Canelas para a EN108, na EN224 entre Castelo de Paiva e Real, com inicio após a nova Rotunda do Côto, em Sobrado, e na EN224 e EM503 entre Real e Pejão, seguindo depois as  viaturas para Arouca, onde se concluíram os 150 km desta edição de 2022 do Rally ACP Clássicos no Norte na Quinta da Avistada, num momento festivo de premiar o fantástico grupo participante e com a promessa do ACP de repetir a prova no próximo ano.

Esta foi uma excelente oportunidade de ver, neste rally de regularidade histórica, carros de sonho pelas estradas do concelho, num evento realizado com o objetivo de promover o automóvel antigo e esta zona da região Norte como destino turístico, aliada à tradição do desporto automóvel.

Em termos de classificações, nos automóveis pertencentes à categoria Futuro-Clássico (de 1991 a 2000), a vitória foi para a dupla Rafael Pedrosa/Cláudia Pedrosa, em Fiat Barchetta (1998), enquanto nos automóveis pertencentes à categoria H (de 1981 a 1990), a vitória foi para a dupla Domingos Artur Alves da Silva/Bárbara Sofia Poleri da Silva, em Porsche 911 Carrera Coupe (1985) e nas viaturas pertencentes à categoria G (de 1971 a 1980), a vitória foi para a dupla Paulo Braga Lino/Tiago Caio, em Fiat 124 Sport Spider (1973).

Já nos automóveis pertencentes à categoria F (de 1961 a 1970), a vitória foi para a dupla Evandro Gueiros/Adriana Gueiros, em Porsche 911E 2.2 (1970) e nos automóveis pertencentes à categoria E (de 1946 a 1960), a vitória foi para a dupla Pedro Brito/Duarte Brito, em MG MGA (1959).


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!