Novum Canal

mobile

tablet

(C/ VÍDEO) Penafiel: Missa Solene encheu Igreja Matriz em dia de Corpo de Deus. Majestosa procissão realiza-se hoje à tarde

Partilhar por:

A Igreja Matriz acolheu, esta quinta-feira, a tradicional missa solene do Corpo de Deus, momento maior das festividades do Corpo de Deus, que decorrem na cidade de Penafiel, e que tem, também, hoje, pelas 17h30, o momento alto com a realização da majestosa procissão do Corpo de Deus.

Esta procissão começou a ser realizada em Penafiel antes do ano 1657 e é conhecida por juntar no mesmo corso o profano e o cristão.

O presidente da Câmara de Penafiel, Antonino de Sousa, que assistiu, esta quinta-feira, ao final da manhã, à missa solene, fazendo-se acompanhar por todo o seu executivo, realçou a importância da festividade secular com características únicas no país.

“Esperamos de facto que as festividades possam retomar a normalidade, ainda que o início não esteja a ser de acordo com as normas. Não podemos ter o carneirinho no seu dia tradicional, em virtude de nesse mesmo dia terem decorrido os exames dos alunos do quarto ano e daí termos feito uma alteração e também não foi possível fazer-se a tradicional cavalhada, esta quarta-feira à noite, com os tradicionais bailes dos ofícios, porque as condições meteorológicas assim não permitiram. Hoje, felizmente, realizou-se a missa solene que é um momento especial nestas festividades e aguardamos com expetativa, se as condições atmosféricas assim o permitirem, a realização da majestosa procissão do Corpo de Deus”, afirmou, salientando que a fé, o sentimento de alegria é algo que estão sempre presentes entre os penafidelenses.

“Estivemos dois anos sem podermos participar nesta majestosa procissão, mas se tal não for possível iremos juntarmo-nos na Igreja Matriz com o Santíssimo em oração”, afirmou, reconhecendo que estas é uma festividade única no país.

“Há registos das nossas festas do início do século XVIII e até anteriores. É uma festividade efetivamente diferente de outras. Aqui existe uma vivência da fé no Santíssimo e na procissão que mistura o religioso com o pagão, mas que fazem esta procissão algo de grandioso e único”, constatou, reiterando que a festa secular do Corpo de Deus, em Penafiel é detentora de um vasto e riquíssimo património histórico e natural.

O padre Paulo Jorge, pároco de Penafiel, Marecos e Milhundos, capelão da Santa Casa da Misericórdia de Penafiel, realçou a importância da procissão do Corpo de Deus nestas festividades, sendo que a procissão além de integrar os ofícios retrata a vivência espiritual de toda uma comunidade.

“ A procissão, digamos, além da componente religiosa, retrata a vida das pessoas, da comunidade, o quotidiano, as artes e os ofícios. Tudo isto acaba por ter uma profundidade espiritual imensa. O Corpo de Deus é sacramento do pão, que é a presença de Cristo, e a presença de Cristo da Igreja e nos cristãos. A vida inteira está espelhada neste evento único e impar”, avançou, mostrando-se expetante que as condições meteorológicas irão permitir que a majestosa procissão percorra as principais artérias da cidade, naquele que é sempre um momento contagiante, sendo acompanhado por inúmeros fiéis e pessoas que acorrem à cidade.

 “A procissão é uma manifestação popular e tem um peso nas festividades do Corpo de Deus. Por ser uma procissão, mas pela envolvência que tem, pela forma como agrega as artes e ofícios e espelha a dimensão de toda uma comunidade”, manifestou, realçando que só figurantes serão mais de 200 pessoas.

“Estamos a falar de uma logística e de uma estrutura imensa. São 200 representantes de quadros bíblicos, mas teremos de contabilizar as confrarias, as crianças da catequese, assim como os milhares que são aguardados e se encontram distribuídos pela cidade”, disse.

O pároco realçou o papel da Confraria do Santíssimo e o apoio da Câmara de Penafiel.

“Nâo se trata de um cortejo, mas de uma manifestação de fé que envolve uma estrutura muito pesada”, frisou, salientando que procissão do Corpo de Deus vai fazer a habitual paragem no Santuário do Sameiro, onde se procede à bênção da cidade e do concelho e que contará ainda com uma largada de pombos, símbolo de paz e esperança, em colaboração com a Sociedade Columbófila de Penafiel.

A programação das festividades inclui, ainda, esta quinta-feira, um concerto dos “The Lucky Duckies”, às 22h00, no Campo da Feira.

No dia seguinte, dia 17, às 21h45, o Largo da Ajuda acolhe dois concertos, protagonizados pela Banda Musical de Lagares e a Banda Musical de Rio Mau.

As Festividades das Seculares Festas da Cidade e do Concelho terminam, no dia 18 de junho, às 21h30, com o evento “Noite de Bombos”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!