Novum Canal

mobile

tablet

Celorico de Basto: Livro “Semeando Versos, colhendo histórias”, apresentado no polivalente da escola Básica de Gandarela
Fotografia: Câmara de Celorico de Basto

Celorico de Basto: Livro “Semeando Versos, colhendo histórias”, apresentado no polivalente da escola Básica de Gandarela

Partilhar por:

A obra “Semeando Versos, colhendo histórias” do projeto da equipa pedagógica da Escola Básica de Gandarela, livro editado pelo município de Celorico de Basto, foi apresentado, esta terça-feira, no polivalente da escola Básica de Gandarela.

A autarquia destaca, em nota informativa, que a obra contou com a colaboração de todos os alunos do 2º e 3º ciclo daquela escola, tendo esta obra poética coletiva por objetivo “poetizar a história, com poemas e ilustrações desenvolvidos pelos alunos da EBG”.

Fotografia: Câmara de Celorico de Basto

“Muitos dos poemas foram transformados em música e apresentados pelos alunos nesta sessão de apresentação da obra literária”, refere a mesma nota informativa.

Citado em comunicado, o oresidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, José Peixoto Lima, enalteceu os principais intervenientes na concretização desta obra, “os alunos e as professoras Leonor Castro, coordenadora da escola, e Sónia Teixeira, professora de história”.

Fotografia: Câmara de Celorico de Basto

 “Sem elas este projeto não seria possível, elas foram o motor deste projeto, mas vocês é que foram os autores, estão todos de parabéns”, disse.

“Quando me abordaram para publicar este projeto e reconhecendo o trabalho apresentado, não hesitei em colaborar e transformá-lo nesta obra que hoje aqui apresentamos, está aqui o produto do vosso trabalho, um trabalho que vai ficar na vossa memória e na memória de todos. Estas são obras que marcam os seus autores e quem as lê, obras que nascem de sonhos e de um querer mais forte que a própria vontade”, acrescentou.

Fotografia: Câmara de Celorico de Basto

José Peixoto Lima contou, de forma breve, a história do concelho com referência ao rio Tâmega como “eram as autoestradas por onde os povos se orientavam no território”, um território imenso “que ia da serra da Cabreira à Serra da Aboboreira”.

Fotografia: Câmara de Celorico de Basto

“Uma história intimamente ligada ao Castelo com duas grandes datas, a entrega do Foral em 1520 e a mudança da sede do concelho da Vila de Basto para a vila Nova do Freixieiro em 1719”, avança o município que esclarece que o “livro, agora editado, será oferecido a todos os alunos da EB Gandarela e aos professores”


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!