Novum Canal

mobile

tablet

(C/VÍDEO) Valongo já faz parte da Federação Portuguesa dos Caminhos de Santiago

Partilhar por:

Nos próximos meses, os peregrinos dos Caminhos de Santiago vão poder atravessar o concelho de Valongo, graças à revitalização de itinerários antigos.

A autarquia valonguense destaca, em nota informativa, que o “projeto está em desenvolvimento desde dezembro”, salientando que quem “está a pensar percorrer os Caminhos de Santiago”, vai poder, “nos próximos meses, escolher novos itinerários e conhecer pontos de interesse do Concelho de Valongo, tais como a Aldeia de Couce – classificada como Aldeia de Portugal e emoldurada pelo Parque das Serras do Porto – e as cidades de Valongo, sede de Concelho, e Alfena, terra do brinquedo tradicional”.

Fotografia: Câmara de Valongo

A autarquia avança que o “processo de revitalização dos itinerários teve início em dezembro de 2021 e conta com a colaboração do Centro de Estudos Jacobeus – a ideia é recorrer a fundamentação histórica sobre a região e o próprio Caminho. Note-se que, no século XX, os Caminhos de Santiago já passavam em Valongo depois de uma primeira sinalização na década de 1990 feita pelo Clube Unesco da Cidade do Porto”.

“Para o Centro de Estudos Jacobeus, esta é uma excelente iniciativa da Câmara Municipal de Valongo para renovar um itinerário com muitas centenas de anos, entretanto estagnado”, acrescenta o comunicado que nos foi endereçado que reforça que “este é um trabalho em desenvolvimento”.

A Câmara de Valongo esclarece que este sábado foi efetuada mais uma etapa de “remarcação entre o Parque da Cidade de Valongo e o Parque de São Lázaro, em Alfena, com a participação da vice-presidente da Câmara Municipal de Valongo, Ana Maria Rodrigues”.

Fotografia: Câmara de Valongo

“Em sentido contrário ao Caminho de Santiago, encontra-se a ser sinalizado o Caminho de Fátima, a cor azul, com vista a oferecer aos peregrinos, que se dirigem a sul, caminhos alternativos às estradas nacionais”, afiança a autarquia que sustenta que a “etapa anterior, procedente de Arrifana, já conta com a remarcação concluída na parte inicial, graças à ajuda de voluntários”.

A jusante do concelho de Valongo, encontra-se, igualmente, marcado nos concelhos de Santo Tirso e Famalicão, onde, na igreja da Portela, faz ligação ao caminho que segue do Porto em direção a Braga.

O comunicado que nos foi endereçado aponta, ainda, várias razões para optar pelos itinerários que passam no município de Valongo.

“A arquitetura religiosa destaca-se ao longo de todo o território, em particular, na freguesia de Ermesinde. Lá pode conhecer a Igreja da Santa Rita, um dos maiores santuários do país e ponto de peregrinação. Também na sede do concelho encontra a Igreja Matriz de Valongo, um imponente edifício construído com os impostos do pão”, aponta o nota de imprensa que destaca a “lousa, também conhecida como ardósia, cuja extração se mantém ainda hoje, na freguesia de Campo, e é visível a partir de vários miradouros no Parque das Serras do Porto. Destaque também para o brinquedo tradicional, produzido ainda hoje pelas mãos de vários artesãos, em madeira, nas freguesias de Ermesinde e Alfena”.

Fotografia: Câmara de Valongo

“Caminhar vai, com certeza, abrir-lhe o apetite e neste Concelho não faltam boas opções gastronómicas. A regueifa a iguaria mais famosa – que, inclusive, deu ao Concelho o nome de “Terra do Pão” – está à sua espera aos fins-de-semana nas tradicionais padarias de Valongo (algumas ainda com fabrico em forno a lenha). Para os peregrinos mais gulosos, o recomendável é fazer uma pausa com o pretexto de provar os biscoitos típicos das biscoitarias da região: cacos, torcidos, milhos, fidalgos, entre muitas variedades. Já agora, aproveite para visitar a Oficina da Regueifa e do Biscoito de Valongo, onde poderá conhecer um pouco da história local ligada à panificação e confecionar o seu próprio biscoito, metendo as “mãos na massa”, acrescenta o comunicado que reforça, ainda, que “consoante a época do ano, também não faltam festas e romarias. A Bugiada e Mouriscada, na vila de Sobrado, é uma manifestação popular com direito a recriações históricas e trajes muito característicos. Tome nota: acontece no dia de S. João, 24 de junho. As festas da cidade em honra de S. Mamede acontecem em 17 de agosto, em Valongo”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!