Novum Canal

mobile

tablet

(C/VÍDEO) Partido Socialista de Castelo de Paiva assegura que sempre defendeu as nove freguesias

Partilhar por:

O PS Castelo de Paiva afirma, em nota de imprensa, que sempre defendeu as nove freguesias em Castelo de Paiva.

Os socialistas paivenses, neste processo, criticam o PSD a quem acusam de ser o “único responsável pela «extinção» das nove freguesias no concelho”

“PSD é o único responsável pela «extinção» das nove freguesias no nosso concelho! É com grande alegria que verificamos que o Governo do Partido Socialista de António Costa, através da Lei 39/2021 de 24 de junho, honrou o seu compromisso de criar as condições para reverter e devolver as nove freguesias ao concelho de Castelo de Paiva. Palavra dada é palavra honrada”, referem os socialistas que destacam estarem “reunidas as condições para até dezembro próximo ser reposta a justiça da manutenção de todas as nove freguesias no concelho”.

O PS, na nota de imprensa, refere-se ao processo de agregação como sendo “uma afronta tremenda praticada, em 2012-13, pelo PSD no Governo de Passos Coelho e Miguel Relvas, com a benevolência e subserviência do PSD de Castelo de Paiva”.

“É de recordar a enorme luta, cá e em Lisboa, que os autarcas e membros do Partido Socialista de Castelo de Paiva fizeram para combater o terrível ataque, de que não há memória, praticado pelo PSD contra um dos pilares mais valiosos e importantes da Democracia, o das freguesias”, afirmam os socialistas que recordam que o “PSD de Castelo de Paiva, conivente e cúmplice, praticamente ficou calado para todo o sempre”

“Nunca assumiu nada para hostilizar e enfrentar o poder de Lisboa e do PSD de então. Esta é a Verdade, doa a quem doer, e os paivenses sabem bem que foi o Partido Socialista que sempre lutou e defendeu, de igual forma, as nove “filhas” (freguesias) no Concelho!”, lê-se na nota de imprensa que o PS endereçou aos órgãos de comunicação social.

O PS Castelo de Paiva fala, ainda, em “posições verdadeiramente dignas da melhor peça de teatro perpetradas pelos responsáveis do PSD local”.

“Nos últimos dias, temos assistido a posições verdadeiramente dignas da melhor peça de teatro perpetradas pelos responsáveis do PSD local de José Rocha e seus Autarcas, tal é a tentativa de instrumentalização das pessoas efetuada por um discurso assente na mentira política permanente”, avançam os socialistas que acrescentam:

Fotografia: PS Castelo de Paiva

“A tentativa de “colagem” do PSD local ao sucesso da iniciativa desenvolvida pela Assembleia da União de freguesias da Raiva – Pedorido – Paraíso demonstra toda a sua enorme falta de coerência política ao longo desta última década, quando todos sabemos que os responsáveis do PSD local “não mexeram uma pequeníssima palha” para contrariar o quer que seja, em tempo oportuno! A Assembleia de Freguesia da União da Raiva – Pedorido – Paraíso deliberou, e bem, a abertura do processo e criou condições para a apresentação da necessária proposta de desagregação. Depois desta deliberação da Assembleia de freguesia, cabe agora à Câmara Municipal desenvolver o trabalho técnico para fundamentar e ajudar a elaborar a proposta para a Comissão eleita, no último sábado, para a submeter a deliberação”, explicam os socialistas.

O PS defende que o “que se espera e impõe é que a proposta seja elaborada rapidamente e que seja devidamente fundamentada de acordo com os critérios definidos na lei”.

“ Não há desculpas para atrasos, nem para falhas por parte do município, dado que o que está em causa é demasiado sério e importante para a nossa terra. Aguarda-se, também com enorme expectativa, desenvolvimentos rápidos e no mesmo sentido relativamente à União de Freguesias de Sobrado – Bairros. Recordamos o enorme trabalho desenvolvido pela população de Bairros, aquando da realização do abaixo-assinado naquela freguesia, que reuniu mais de mil assinaturas a defender a desagregação de Bairros. O seu a seu dono, a bem da verdade e da população Paivense! Viva as nossas 9 freguesias de Castelo de Paiva. Partido Socialista, 10 de Maio de 2022”, acrescenta a nota de imprensa do Partido Socialista de Castelo de Paiva.

Fotografia: PSD Castelo de Paiva

Contactado pelo Novum Canal, o presidente da Comissão Política Concelhia do PSD Castelo de Paiva, Filipe Moura, refutou quaisquer responsabilidades nesta questão e recorda que o PSD, aquando do processo de agregação em 2012-13, pelo PSD no Governo de Passos Coelho e Miguel Relvas, apenas se limitou a dar cumprimento a um acordo formal entre o PS e o Troika numa altura em que o país estava sob um processo de intervenção do Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia.

Filipe Moura, nesta questão, avança mesmo que o PSD Castelo de Paiva defende a desagregação das freguesias em Castelo de Paiva, recordando que este é, aliás, um compromisso que o partido tinha vertido no seu manifesto eleitoral.

O responsável pela Comissão Política Concelhia do PSD Castelo de Paiva acusou o PS que estar a fazer “politiquice”, relembrando que esta não é a forma de fazer política do PSD Castelo de Paiva, que entende a política como um serviço público.

Filipe Moura confessa mesmo que sempre esteve na política com o intuito de servir e defender os interesses dos paivenses.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!