Novum Canal

mobile

tablet

Estratégia e objetivos para a promoção turística externa para 2022 debatidos pelo Conselho Estratégico
Fotografia: AHRESP

(C/VÍDEO) Estratégia e objetivos para a promoção turística externa para 2022 debatidos pelo Conselho Estratégico

Partilhar por:

A estratégia e objetivos para a promoção turística externa para 2022 estiveram, na segunda-feira, em destaque no Conselho Estratégico para a Promoção Turística Externa (CEPT).

O Gabinete do Ministro de Estado da Economia e da Transição Digital destaca, em nota informativa, que o CEPT em matéria de promoção turística externa tem, também, como metas “apostar no crescimento em valor, na digitalização e na sustentabilidade como fatores primordiais para promover a competitividade do setor”.

“Em termos operacionais, o esforço promocional de 2022 passa pelo regresso de iniciativas presenciais de impacto junto do consumidor em alguns dos mercados emissores mais significativos como o Reino Unido, França e Brasil, mantendo-se igualmente uma forte aposta no mercado norte-americano”, lê-se na nota informativa que consta do site do Governo da República que sustenta que os “segmentos turísticos que vão corporizar esta estratégia são os de maior valor, Enoturismo, a Gastronomia, a Arte, a Arquitetura e o Turismo Literário”.

“A promoção de cada um destes segmentos está a reforçar a aposta no digital, com a presença contínua nas redes sociais, plataforma cada vez mais importante para atrair e captar a atenção para Portugal, enquanto destino turístico”, avança aquele gabinete.

Estratégia e objetivos para a promoção turística externa para 2022 debatidos pelo Conselho Estratégico
Fotografia: AHRESP

Para fazer face às dificuldades que o turismo atravessa, foi lançado o plano “Reativar Turismo|Construir Futuro”, co um montante de  “seis mil milhões de euros” que prevê medidas direcionadas “às empresas, aos turistas e aos residentes, que visam posicionar o setor num patamar superior de criação de valor, aumentar a reputação da Marca Portugal e a competitividade do destino”.

“O Plano “Reativar Turismo|Construir Futuro” incide em quatro pilares de atuação – Apoiar Empresas, Fomentar Segurança, Gerar Negócio e Construir Futuro – e é composto por ações específicas, de curto, médio e longo prazo, que permitirão ultrapassar os 27 mil milhões de euros de receitas turísticas em 2027, de forma sustentável, gerando riqueza e bem-estar em todo o território, ao longo de todo o ano e apostando na diversificação de mercados e segmentos, uma das metas preconizadas na Estratégia Turismo 2027”, acrescenta o Gabinete do Ministro de Estado da Economia e da Transição Digital.

Refira-se que o CEPT é a “estrutura consultiva do Governo em matéria de promoção turística externa e de concertação estratégica, constituída por representantes do Turismo de Portugal, dos Governos Regionais da Madeira e dos Açores, do setor privado, através da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), das ARPT’s e das Entidades Regionais de Turismo”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!