Novum Canal

mobile

tablet

Cabeça de lista do Volt Portugal pelo círculo Eleitoral do Porto crítica “promessas vazias” e demora na construção do IC35

(C/ VÍDEO) Cabeça de lista do Volt Portugal pelo círculo Eleitoral do Porto critica “promessas vazias” e demora na construção do IC35

Partilhar por:

O cabeça de lista pelo círculo eleitoral do Porto, João Nuno Pessanha, esteve esta manhã na EN 106, em Penafiel, e aproveitou para criticar a demora na construção do tão prometido IC35 e as promessas “vazias” dos sucessivos governos e políticos que ao longo dos anos adiaram a edificação desta importante estrutura rodoviária para a região.

“Infelizmente a EN 106 é conhecida pela sua sinistralidade, onde já morrem inúmeras pessoas. O que é lamentável são as promessas vazias por parte dos partidos políticos e dos responsáveis que acabam por não ter uma ação concreta. O Volt como partido pragmático que é quer resolver os problemas das pessoas. Agora, é preciso que nos deem uma oportunidade para que possamos ter voz na Assembleia da República, porque queremos resolver os problemas de uma forma pragmática e concreta, sem fazer promessas vazias”, disse.

O cabeça de lista pelo distrito do Porto defendeu mesmo que a construção do IC 35 é crucial para minimizar o elevado tráfego automóvel e de camiões que se fazem sentir na EN 106, os cruzamentos e entroncamentos que se fazem sentir ao longo de todo o trajeto da EN 106, ausência de passeios na maior parte do troço, que fazem desta via uma estrada com vários pontos negros, sendo também, conhecida pela sua elevada sinistralidade.

“O mais importante é mesmo a construção do IC35 como possibilidade de resolver esta situação que serve a população local. Agora, será que vai acontecer mesmo? Será que não é uma promessa vazia novamente? Repito: necessitamos de pessoas que querem resolver os problemas concretos e o Volt tem essa capacidade, o pragmatismo e quer intervir sem promessas vazias. Mais uma vez, não nos esquecemos e vai ser um das nossas lutas a construção do IC 35 de forma efetiva e concreta”, expressou, sustentando que nesta questão, da construção do IC35, tem existido o que designou como “oportunismo político”.

“Acho que tem havido uma oportunismo político para benefício dos partidos durante as eleições, de uma forma geral. Entrei apenas agora nas eleições, sou médico, e agora vejo que há um jogo viciado, mas finalmente existem novos partidos de pessoas que fazem parte da sociedade civil e é isso que pretendemos, dar respostas aos problemas. É indispensável haver um maior pragmatismo e mais ações concretas para mudar a vida das pessoas para melhor. Sem isso nada se resolve”, concretizou.   

Refira-se que a Infraestruturas de Portugal assinou recentemente o contrato para a empreitada de construção do troço do IC35 entre Penafiel e Rans.

“Desenvolvido no âmbito do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência, no Lote de Investimentos “Missing links e Aumento da capacidade da Rede“, esta obra constitui a primeira fase do projeto do IC35 que ligará Penafiel a Entre-os-Rios”, refere a Infraestruturas de Portugal.

A Infraestruturas de Portugal esclarece que o “troço do IC35 a construir desenvolve-se integralmente no concelho de Penafiel, nas freguesias de Guilhufe e Urrô, de Penafiel e de Rans”, sendo que empreitada, “no valor de cerca de 5,5 milhões de euros, envolve a construção de um troço com 1475 metros, com início numa rotunda a construir na EN15, e final numa outra rotunda localizada em Marecos, que assegurará a ligação à rede viária local e ficará preparada para, posteriormente, ser executada a continuidade do IC35 para Sul”.

“A obra contempla também a construção de um viaduto sobre o vale do Rio Cavalum, com uma extensão de 244 m, e de três Passagens Superiores. Uma associada à obra de reconstrução da atual rotunda de ligação da EN106 com a Rua 3 de Março, e duas de criação de restabelecimentos rodoviários, que irão garantir a reposição das vias que serão afetadas pela construção do IC35”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!