Novum Canal

mobile

tablet

Paços de Ferreira: Câmara e associação empresarial promovem 2.ª edição “Compre, Raspe e Ganhe!”

(C/VÍDEO) Paços de Ferreira: Câmara e associação empresarial promovem 2.ª edição “Compre, Raspe e Ganhe!”

Partilhar por:

A Câmara e Associação Empresarial de Paços de Ferreira promovem entre 8 de dezembro de 2021 e 8 de janeiro de 2022, a 2.ª edição do concurso “Compre, Raspe e Ganhe!”, iniciativa direcionada aos estabelecimentos comerciais e de restauração do concelho que tem como objetivos fomentar o comércio local e a restauração do concelho.

O vice-presidente da Câmara de Paços de Ferreira, Paulo Ferreira, destacou, em declarações ao Novum Canal, que a iniciativa tem como metas promover, dinamizar e fomentar a “criação de oportunidade de negócio ao setor do comércio e restauração, atividades que foram particularmente afetadas pela pandemia”.

“Este ano, à semelhança do que sucedeu no ano transato as expetativas voltam a ser elevadas. No ano transato a adesão foi significativa, o concurso contou com cerca de 250 comerciantes, a adesão das pessoas e dos comerciantes foi significativa e por isso optamos por dar continuidade a esta campanha. Acreditamos que os comerciantes vão voltar a aderir. Deixemos, também, um desafio para que os consumidores do concelho e de fora do concelho possam aceder à cidade, mas, também, aos restantes estabelecimentos distribuídos pelo concelho, e à restauração, usufruindo da diversidade de produtos e das iguarias que temos para apresentar”, disse, salientando que a primeira edição do concurso contou com a adesão de milhares de consumidores.

“No ano passado as 50 mil raspadinhas foram todas utilizadas, pelo que estamos convictos que adesão irá voltar a superar as expetativas, a julgar até pelo número de inscrições que já dispomos”, frisou, salientando que a Campanha deste ano não é comparável com o concurso realizada no ano transato, altura em que o concelho estava a atravessar uma das piores fases da crise sanitária.

“Os meses de novembro e dezembro foram extremamente difíceis no concelho e esta campanha surgiu com o objetivo de darmos um apoio e um incentivo ao pequeno comércio que foi fortemente afetado pela crise pandémica. Este ano, a campanha não tem propriamente a ver com a pandemia, entendemos que dado o sucesso do concurso no ano passado, este ano a mesma deveria ter continuidade. Efetivamente a situação pandémica, este ano, é melhor que a registada no ano passado, estamos a atravessar um momento mais exigente, mas estou convicto que não irá ter qualquer tipo de implicação nas compras que quer os cidadãos  do concelho, quer de fora do concelho, irão continuar a fazer e a raspadinha é mais um argumento para fazer com que as pessoas visitem o território”,  garantiu, sustentando que a qualidade dos estabelecimentos, a variedade de produtos, assim como o atendimento são uma mais-valia que esta campanha vem apenas evidenciar.

O presidente da Associação Empresarial de Paços de Ferreira, Samuel Santiago, relevou, também, a importância que esta campanha tem para a dinamização e retoma do comercio local, ajudando, simultaneamente, a dar visibilidade à vasta oferta de produtos e serviços que o concelho dispõe.

“Estamos convictos que esta segunda edição vai superar as expetativas que tínhamos para a primeira edição. No ano passado registamos uma elevada adesão por parte dos comerciantes, mas também dos consumidores pelo que acredito que estão expectantes para esta segunda edição e esta será seguramente a segunda de mais campanhas que a Associação Empresarial de Paços de Ferreira em parceria com a autarquia pacense irão implementar. A ideia é apoiar o comércio, mobilizar as pessoas para consumirem produtos que são do concelho, porque dispomos de um produto de excelência e serviços, também, de excelência reconhecida por quem nos visita. Este ano temos 50 mil raspadinhas para entregar e acredito sinceramente que a adesão dos comerciantes irá superar os 240/250 estabelecimentos”, declarou,  sustentando que serão distribuídas pelas lojas aderentes 50 mil raspadinhas, com um total de 5 mil euros em prémios, que irão variar entre os dois euros e os 100 euros, representando um estímulo ao comércio e à restauração do concelho, assim como à população para fazer as compras ao nível local e às lojas que são diretamente beneficiárias dos valores atribuídos.

O dirigente da Associação Empresarial de Paços de Ferreira referiu que “por cada compra igual ou superior a 10 euros será entregue uma raspadinha; no caso de compras iguais ou superiores a 30 euros serão entregues duas raspadinhas; para compras iguais ou superiores a 60 euros o consumidor terá direito a três raspadinhas; por último, para compras superiores a 150 euros serão entregues quatro raspadinhas”, sustentando que os “clientes que forem premiados nas raspadinhas, usufruem dos respetivos valores em compras no próprio estabelecimento em que sair o bilhete premiado”.

De acordo com o regulamento, além de promover o comércio e restauração, no concelho de Paços de Ferreira. O concurso tem como propósitos “dinamizar os espaços comerciais, o território municipal e o comércio do concelho, mobilizando os comerciantes e envolvendo os clientes, estimulando a população a fazer compras a nível local; fidelizar o público, criando envolvimento com a comunidade local; divulgar o concelho, o seu dinamismo comercial e o presente concurso, evidenciando as vantagens das compras locais e criar oportunidades de negócios e potenciar novos espaços de comercialização que possam surgir”.

Podem aderir ao concurso “todos os estabelecimentos de comércio a retalho do concelho de Paços de Ferreira, independentemente do ramo de atividade, sem prejuízo da introdução de disposições específicas para cadeias de média ou grande dimensão, franchising e estabelecimentos de hotelaria, restauração e bebidas, com exceção dos estabelecimentos exclusivamente de bebidas”.

“Os estabelecimentos que exerçam, cumulativamente, a atividade de comércio e serviços, são abrangidos pelo presente concurso exclusivamente por via da componente da atividade comercial”, lê-se no regulamento que destaca que “a venda de combustíveis é considerada prestação de serviços para feitos do presente regulamento, pelo que os referidos estabelecimentos não se encontram abrangidos pelo presente concurso”, que esclarece que no “concurso podem participar todas as pessoas singulares com idade igual ou superior a 18 anos, que façam compras nos estabelecimentos aderentes, entre os dias 08 de dezembro de 2021 e 08 de janeiro de 2022″.

O regulamento determina, ainda, que os “comerciantes são responsáveis por dinamizar e divulgar o concurso nos seus estabelecimentos comerciais, permitindo assim uma fácil identificação dos estabelecimentos aderentes e a participação do público em geral”, adiantando que a “AEPF reserva-se o direito de proceder a fiscalizações que permitam verificar o cumprimento das regras do concurso, sejam por seleção aleatória de estabelecimentos aderentes ou por verificação resultante de eventuais dúvidas surgidas no decorrer da iniciativa”.

Quanto à realização do concurso, o regulamento preconiza que este decorre de 8 de dezembro de 2021 a 08 de janeiro de 2022, sendo que de 10 a 14 de janeiro de 2022 proceder-se-á  verificação dos resultados e no dia 18 janeiro de 2022 à publicitação dos prémios atribuídos.

No que toca à atribuição das raspadinhas, o regulamento esclarece que “aos clientes dos estabelecimentos aderentes serão atribuídos raspadinhas em número variável, consoante o valor das compras”.

O mesmo regulamento informa que são “consideradas superfícies comerciais aquelas que de algum modo estejam associadas a cadeias comerciais de média e ou grande dimensão e de franchising exclusivo de uma só marca”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!