Novum Canal

mobile

tablet

Dirigente nacional apelou ao robustecimento das condições de governabilidade do PS

(C/VÍDEO) Dirigente nacional apelou ao robustecimento das condições de governabilidade do PS

Partilhar por:

O dirigente do PS, João Torres, apelou, esta quinta-feira, em Penafiel, no decorrer no plenário de militantes do Partido Socialista (PS); que decorreu no auditório do Museu Municipal, ao robustecimento das condições de governabilidade do partido.

“A Federação do Porto tem desenvolvido um vasto conjunto de atividades no distrito do Porto e realiza plenários em todos os municípios na sequência do contexto político que ditou eleições em 30 de janeiro de 2022. Quero transmitir uma mensagem e mobilação dos portugueses para o escrutínio eleitoral de 30 de janeiro porque estas eleições serão importantes para o país e para o PS”, disse, apontando o combate às desigualdades, a aposta na transformação digital e ambiental, assim como os direitos sociais como linhas mestras e diretrizes do PS e áreas fundamentais para o futuro de Portugal.

Falando do atual quadro político, o dirigente socialista reconheceu que o PS obteve excelentes resultados no distrito do Porto e no país nas últimas autárquicas.

“Seguiu-se um processo de discussão na Assembleia da República no âmbito do Orçamento de Estado (OE) que culminou da não aprovação da proposta de lei do OE, pelo que a convocação de eleições é uma consequência desse processo. Estou convencido que o PS tem condições para somar mais vozes no sentido de defender o legado da governação dos últimos seis anos e defender uma visão de futuro para o país, no progresso, para o desenvolvimento económico e social. As eleições de 30 de janeiro são eleições em que cada partido apresenta as suas propostas e cada partido vai tentar obter melhor resultado e o PS não será exceção e está mobilizado para obter o melhor resultado. Confesso que estou confiante. Existe um reconhecimento generalizado para com o primeiro-ministro no sentido em que cumpriu com a sua palavra e está empenhado em introduzir fatores de progresso para que Portugal seja um país melhor para as pessoas viverem, se realizarem pessoal e profissionalmente e convergir com os demais país da União Europeia”, atalhou.

João Torres avançou mesmo que o PS está vivo no país e no distrito do Porto.

“O resultado das eleições é notável no distrito do Porto, com mais uma câmara conquistada relativamente a 2017 que já tinha sido um ano bom para o partido. Sinto o partido mobilizado e o contributo dos militantes é decisivo para este desfecho final das eleições”, atalhou.

Paulo Araújo Correia, do PS Penafiel, reconheceu que um plenário é sempre um momento importante na vida de qualquer partido.

“Este plenário é ainda mais importante porque estamos na antecâmara de umas eleições legislativas que são extremamente importantes para Portugal, numa altura complicada em que a pandemia  volta a recrudescer, com três mil casos diários e o próximo Governo terá um desafio que é desde logo minimizar este fenómeno epidemiológico, mas também relançar a economia e os fundos comunitários. Acho que a esmagadora maioria dos portugueses reconhece que em 2021 vive-se melhor que em 2015. O país viveu vários aumentos do salário mínimo nacional, programas que revolucionaram a mobilidade, procedeu-se à regularização dos precários do Estado, ao descongelamento das reformas, aumento das pensões, à valorização do sistema nacional de saúde, da escola pública e à valorização do Estado Social”, acrescentou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!