Novum Canal

mobile

tablet

Adão Pinto conquista Taça e Campeonato Nacional de Ralicross em duas rodas motrizes

(C/ VÍDEO) Adão Pinto conquista Taça e Campeonato de Portugal de Ralicross em duas rodas motrizes

Partilhar por:

O piloto penafidelense Adão Pinto conquistou, este fim-de-semana, a Taça de Portugal de Ralicross, competição que decorreu em Castelo Branco, juntando mais um título à sua época desportiva, depois de também recentemente ter ganho o Campeonato de Portugal de Ralicross em duas rodas motrizes.

Adão Pinto, em declarações ao Novum Canal, ainda visivelmente agradado pelo conquista de mais este título, reconheceu que este foi um ano difícil, com vários revés, com excelentes pilotos e as provas sempre muitos disputadas.

“Tanto no campeonato como na Taça a disputa pelos lugares da frente foi sempre muito renhida, com os pilotos e as equipas a darem tudo por tudo, o que só vem valorizar ainda mais a conquista dos dois títulos”, disse, salientando que no Campeonato de Portugal de Ralicross este foi um ano difícil, com várias adversidades, mas o esforço e o espírito de equipa fora, determinantes para ultrapassar esses mesmos obstáculos.

“Houve duas finais que não consegui finalizar, mas nem mesmos as dificuldades sentidas desmotivaram a equipa que colaborou e trabalhou sempre comigo no sentido de melhorar o carro, assim como a minha prestação em cada prova. Apesar de todas as adversidades consegui andar nos lugares da frente, o que não foi nada fácil, tendo em conta as dificuldades já apontadas, mas também a mais-valia dos pilotos na minha classe. Houve provas em que as mangas foram ganhas todas elas por pilotos diferentes, o que por si só revela a competitividade e as dificuldades em andar nos lugares da frente. A concorrência foi sempre muito forte e isso só valorizou quer o campeonato, quer a taça”, expressou, frisando que na prova derradeira da Taça de Portugal de Ralicross, em Castelo Branco, a boa gestão dos pneus, perante uma concorrência muito forte, foi determinante para conseguir ganhar a prova.

“O meu mais direto adversário deu-me imenso trabalho nesta derradeira prova da Taça de Portugal de Ralicross, mas graças, uma vez mais, ao espírito de equipa, à gestão dos pneus e à humildade consegui fazer uma boa prova e vencer mais este troféu”, confirmou.

Adão Pinto reconheceu que as dificuldades financeiras são sempre a maior dor de cabeça para quem está nesta modalidade e tem de competir com os melhores pilotos.

“A minha motivação está sempre presente em cada prova, procuro fazer sempre o meu melhor, agora, reconheço que as dificuldades são imensas a este nível. Tenho já uma pessoa que está disposta a patrocinar-me, mas preciso de mais apoios para continuar a fazer aquilo que mais gosto, dignificar o concelho, mas também o desporto automóvel”, acrescentou, admitindo que o salto para outra classe é um sonho difícil de concretizar uma vez que envolve gastos financeiros elevados.

“Se já na minha classe as coisas são extremamente difíceis, não falemos na da Super 1600, que são carros bastante mais caros. Vou tentar manter-me nesta classe, arranjar mais apoios e quem sabe fazer novamente uma dobradinha”, declarou, sustentando que foi o único, esta época, a vencer a Taça e o Campeonato de Portugal de Ralicross de todas as classes e a arrecadar estes dois títulos.

“É um orgulho imenso representar Penafiel e sinto um carinho especial desde o pessoal do paddock, dos adversários. Quem vive estas provas sabe do que falo. Quem conhece, sabe que este é um ambiente único”, avançou, frisando que foram muitos os penafidelenses e não só que já o felicitaram por estes dois títulos.

“É por eles e por me sentir verdadeiramente agraciado que me sinto motivado e procuro dar sempre o meu melhor, dignificar quem aposta em mim, mas também o desporto automóvel e o concelho de Penafiel. É uma emoção e um orgulho sentir o apoio e o carinho do público. Mesmo no estrangeiro, na França, Bélgica, Suíça e Luxemburgo sinto esse apoio e esse carinho e não há nada mais gratificante do que sentir que somos apoiados. São estas pessoas que me dão força e me levam a dar o meu melhor para conseguir atingir os meus objetivos”, asseverou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!