Novum Canal

mobile

tablet

Paços de Ferreira converte-se na ‘Capital da Música… Móvel’ no próximo sábado
Fotografia: Projeto Inventa

Paços de Ferreira converte-se na ‘Capital da Música… Móvel’ no próximo sábado

Partilhar por:

Filarmonia (Re)visitada é a nova etapa do Festival Inventa cuja programação teve início em maio e após um pequeno interregno retomou  as actividades no presente mês de novembro.

Depois do concerto inaugural decorreu no auditório municipal de Resende e do auditório municipal de Cinfães ter acolhido o mesmo concerto no dia 13, a “itinerância dos músicos que constituem esta ‘banda filarmónica’, a Filarmonia (Re)visitada, vai levá-los até Paços de Ferreira, ao auditório da Biblioteca Municipal Professor Vieira Dinis, para novo concerto, já no próximo sábado, dia 20 de novembro.

O concerto está agendado para as 21h30.

“Este episódio da Filarmonia (Re)visitada integrado, por assim dizer, numa narrativa mais vasta que é o Projeto Inventa, resulta de desafio que se traduziu numa seleção de músicos emergentes do território a partir das associações e bandas filarmónicas regionais e locais, afinal as estruturas onde uma parte substancial dos jovens desperta para o fenómeno musical no nosso país”, lê-se no comunicado que nos foi endereçado que realça que os “28 músicos do Douro, Tâmega e Sousa foram selecionados para esta nova etapa, a da Filarmonia (Re)visitada, e estão a aproveitar a oportunidade de se afirmarem em cinco palcos distintos (de novembro de 2021 a fevereiro de 2022), num trabalho dirigido pelo maestro Francisco Ferreira”.

Fotografia: Projeto Inventa

Após o concerto em Paços de Ferreira, a “Filarmonia (Re)vistada iniciará ‘um pequeno período sabático’, retomando os trabalhos melódicos em fevereiro com um concerto já anunciado para o Auditório Municipal de Lousada, que recebe a iniciativa a 12 de fevereiro (sábado) às 21h30; por fim, a 19 de fevereiro a Casa do Xiné – Centro Cultural, em Quintandona, Lagares, Penafiel, acolherá o concerto de encerramento da Filarmonia (Re)visitada à mesma hora dos concertos precedentes”.

A programação prevê, ainda, “ciclo de Órgão de Tubos, que arrancará em dezembro, tendo como participantes alguns reputados instrumentistas como o francês Olivier Latry ou o português João Vaz, que será acompanhado por Tiago Simas Freire, um especialista em corneta histórica e flautista de créditos firmados”.

A organização realça que em janeiro decorrerá “o mês de apresentação do projeto Música em Comunidade, com recurso à Orquestra Energia de Amarante, um coletivo musical formado por alunos do Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso, com direção artística do CCA – Centro Cultural de Amarante, cuja tónica, o mote, é a integração de crianças e jovens oriundos de contextos sociais e económicos vulneráveis, dando-lhes acesso a formação musical e incentivando o sucesso académico, combatendo o abandono escolar e despertando os participantes para a construção dos seus projetos de vida”.

O festival Inventa contempla ainda em 2022 “um Ciclo de Circo Contemporâneo no Património, a decorrer em março, um Ciclo de Performance Visual Musicada, em abril, e ainda um Projeto Comunitário Intermunicipal, em maio”. 

Refira-se que o Inventa abrange uma área geográfica correspondente a 14 municípios, potenciando o “desenvolvimento de uma rede de programação ampla, dispersa e inclusiva, num território com uma população de aproximadamente 543.000 habitantes que inclui os seguintes concelhos: Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Mondim de Basto, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende”.

O Inventa é um “projeto promovido no âmbito da operação Cultura em Rede – Tâmega e Sousa, sendo cofinanciado pelo NORTE 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!