Novum Canal

mobile

tablet

CCDR-Norte anuncia comemorações dos 20 anos do Douro Património Mundial
Fotografia: CCDR-N

CCDR-Norte anuncia comemorações dos 20 anos do Douro Património Mundial

Partilhar por:

O presidente da CCDR-Norte, António Cunha, anunciou, hoje, ao lado de um conjunto de instituições regionais, a iniciativa comemorativa dos 20 anos da classificação do Alto Douro Vinhateiro como “Património Mundial” da Unesco.

A CCDR-Norte destaca, em comunicado, que as comemorações, que contam com o Alto Patrocínio do Presidente da República, arrancam a 14 de dezembro e irão estender-se por um ano.

Na agenda para 2021, destaca-se a “estreia da primeira ópera duriense, “Mátria”, uma campanha de marketing territorial baseada em 20 histórias de vida de durienses, o lançamento do prémio “Vinha D´Ouro 2022” e a renovação do Prémio Arquitetura do Douro, com a presença de Souto Moura entre os jurados”.

Citado em comunicado, o presidente da CCDR-Norte destacou que o “principal papel será o de constelar e agregar, num programa integrado, as iniciativas desenvolvidas por um conjunto de instituições regionais ligadas ao Douro Património da Humanidade”.

CCDR-Norte anuncia comemorações dos 20 anos do Douro Património Mundial
Fotografia: CCDR-N

António Cunha realçou que “esta programação não se confina a um propósito comemorativo”. “As comemorações sobre os 20 anos do Douro Património Mundial devem ser o solo para uma reflexão prospetiva sobre os próximos 20 anos” que realçou que a “crise demográfica” como um dos principais desafios da região, “depois de elencar alguns dos avanços do desenvolvimento do Douro nos últimos 20 anos, com destaque para os setores dos vinhos e do turismo e para a melhoria de indicadores socioeconómicos ligados ao rendimento e à educação”.

“Nos últimos 20 anos, o Douro perdeu mais de 30 mil habitantes”, explicou.

“Estancar esta hemorragia demográfica será decisivo para o futuro do Douro”, acrescentou.

A demografia será, precisamente, um dos temas abordados no ciclo de conferências que as instituições regionais organizarão, em conjunto.

Citada em comunicado, a vice-presidente da CCDR-Norte, Célia Ramos, na apresentação da programação, avançou que a programação será como uma “narrativa” que “faz uma ponte entre o passado e o futuro”.

“O programa inclui iniciativas de caráter cultural, como a estreia da ópera duriense “Mátria”, assim como exposições, concertos especiais, um ciclo de seminários e conferências, ações de marketing de território e de internacionalização, a participação em feiras nacionais e internacionais e um conjunto de iniciativas de educação para o património”, reforça o comunicado que nos foi enviado, sustentado que a “estreia da ópera “Mátria – Aqui na Terra” está agendada para 17 de dezembro, no Teatro de Vila Real, contando ainda com mais dois dias de espetáculo (18 e 19)”.

“Trata-se da primeira ópera original criada em Trás-os-Montes e Alto Douro, escrita a partir da obra de Miguel Torga, com libreto de Eduarda Freitas e música do compositor Fernando Lapa”, acrescenta a nota informativa que sublinha que outra das novidades é o “Prémio Vinha D´Ouro 2022, com o objetivo de distinguir as boas práticas em viticultura que salvaguardem os interesses patrimoniais, e que sejam exemplo de boas práticas do ponto de vista ambiental, no território classificado pela Unesco”.

Refira-se que as comemorações incluem ainda a “sétima edição do Prémio de Arquitetura do Douro, lançado há 15 anos pela CCDR-NORTE, para distinguir as boas práticas de arquitetura no Património Mundial. Este ano o júri contará com a presença do arquiteto Eduardo Souto Moura, vencedor da última edição”.

“Esta é uma agenda ainda em aberto, em construção”, explicou Célia Ramos.

“Estimamos mais de 100 iniciativas ao longo do próximo ano”, frisou-

A CCDR-Norte reforça que “projetos da esfera municipal apoiados no Norte totalizaram, até junho, mais de 1,4 mil milhões de Euros, com um total 3.276 candidaturas aprovadas. Até à mesma data, o valor nacional atingiu os 3,5 mil milhões de Euros, ficando o Norte com a fatia maior de apoios (cerca de 40 por cento)”.

Integram a Comissão Organizadora da iniciativa, para além da CCDR-Norte, a “Comunidade Intermunicipal do Douro, a Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte, as direções regionais de Cultura e de Agricultura e Pescas do Norte, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, os Museus do Douro e do Côa e a Liga dos Amigos do Douro Património Mundial. Uma Comissão de Honra será presidida pelo Presidente da República”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!