Novum Canal

mobile

tablet

Rota do Românico promove “Inventar-se de gente” roteiro para crianças e famílias
Fotografia: Direitos Reservados

(C/ VÍDEO) Rota do Românico promove “Inventar-se de gente” roteiro para crianças e famílias

Partilhar por:

No âmbito da exposição “Ver do Bago”, Rota do Românico promove viagem por contos, lendas e poemas “Inventar-se de Gente” um itinerário sonoro e performativo, protagonizado pelo grupo “O Som do Algodão”,  integrado no projeto “Ver do Bago”, vai percorrer os  municípios de Celorico de Basto, Amarante, Paços de Ferreira, Marco de Canaveses,  durante os meses de  novembro e dezembro, em apresentações de 40 minutos, direcionadas para crianças e famílias.

A organização destaca que o espetáculo “une os contos de Agustina Bessa-Luís, a poesia de Daniel  Faria e o imaginário das obras de Nuno Higino à tradição oral do território da Rota do  Românico” salientando que o “primeiro dos nove eventos está previsto para o dia 26 de novembro, sexta-feira, às  14 horas, no auditório do Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, em  Celorico de Basto”.

Fotografia: O Som do Algodão. Créditos foto Nelson D’Aires

“Baseado no cancioneiro tradicional e na tradição oral do espaço geográfico da Rota do  Românico, a partir de “Contos Amarantinos”, de Agustina Bessa-Luís, “Poesia”, de Daniel  Faria, “O Crescer das Árvores” e “Onde Dormem os Pássaros?”, de Nuno Higino, O Som  do Algodão propõe uma viagem de sensações, que parte da paisagem natural dos vales  dos Sousa, Douro e Tâmega,seduzindo-nos a conhecer assuas lendas, tradições e ofícios”, refere a nota informativa que nos foi endereçada.

A organização reforça que o “projeto “Ver do Bago” é cofinanciado pelos 12 municípios que integram a Rota do Românico  e pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, no âmbito da operação “O Vinho, a Arte e  os Homens”. Conta com o apoio da Diocese do Porto, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, da Direção Regional de Cultura do Norte, do Turismo do Porto e Norte de Portugal, entre outras entidades”.

Fotografia: O Som do Algodão. Créditos foto Teresa Oliveira

“A Rota do Românico reúne, atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação,  distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega (Amarante, Baião, Castelo  de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira,  Paredes, Penafiel e Resende), no Norte de Portugal”, acrescenta o comunicado  que sublinha que as “principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a  conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção  turística”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!