Novum Canal

mobile

tablet

Andebol feminino: Portugal e Espanha defrontam-se em Paredes em jogo de qualificação para o europeu de 2022

Andebol feminino: Portugal e Espanha defrontam-se em Paredes em jogo de qualificação para o europeu de 2022 (c/vídeo)

Partilhar por:

Portugal e Espanha jogam, este domingo, no Multiusos de Paredes, o segundo encontro de qualificação para o europeu de 2022,, de andebol feminino.

Este sábado e numa antevisão ao jogo de amanhã, referente à 2.ª jornada do Women’s EHF Euro 2022 Qualifiers, o selecionador nacional, José António Silva, admitiu ter o máximo respeito pela Espanha, mas o foco da seleção e das atletas passa por fazer um boa partida e vencer esta segundo encontro da fase de qualificação para o europeu do próximo ano.

“Temos o máximo de respeito pelas nossas adversárias, mas estamos focados em fazer um jogo positivo e vencer. Agora, temos noção que vamos defrontar uma equipa que é vice-campeã mundial que esteve há mês e meio a disputar os Jogos Olímpicos e tem uma experiência e uma tarimba neste tipo de jogos que a seleção nacional não tem”, disse, salientando que a seleção nacional está numa fase de renovação, com um novo treinador, jogadoras novas a serem integradas, algumas ainda muitos jovens e que podem vir a ser o futuro da seleção de andebol portuguesa.

“Temos todo este processo de construção da equipa que estamos a efetuar e a nossa aspiração é que as coisas amanhã saem um pouco melhor do que saíram na quarta-feira, consigamos prolongar por mais tempo a nossa performance até que possamos lutar com estas equipas de topo mundial, mas ainda estamos longe”, afirmou.

Quanto à presença do público nas bancadas do Multiusos de Paredes, o selecionador nacional confirmou que a sua presença é sempre fundamental.

“Na Hungria e apesar da diferença de potencial entre as duas seleções, a formação da casa não estava a conseguir impor o seu jogo, mas o apoio extra das bancadas foi decisivo para a performance final. Esperamos, jogando em casa, e com o apoio do público, beneficiar também com esse facto, mas agora de forma inversa”, atalhou.

Augusto Silva, vice-presidente da Federação de Andebol de Portugal, manifestou estar expectante que a seleção nacional obtenha um bom resultado, depois do resultado menos positivo no primeiro encontro frente à Hungria.

“A seleção tem vindo a crescer em termos de rendimento, no jogo com a Hungria defrontamos uma das melhores equipas do mundo e a forma como a seleção nacional  esteve até aos 40 minutos empatada, leva-nos a acreditar que estamos em crescimento e podemos aspirar a coisas maiores”, disse.

O vice-presidente da Federação de Andebol de Portugal destacou, ainda, as condições materiais do Multiusos de Paredes, equipamento que reúne, avançou, todas as condições para acolher este tipo de encontros.

“Não viemos para Paredes por acaso.. O público é sempre um elemento decisivo neste tipo de jogos e estamos esperançados que amanhã possamos ter um resultado positivo”, disse, salientando que apesar do pavilhão estar limitado a mil lugares, o público vai apoiar a seleção nacional do início ao fim.

O presidente da Câmara de Paredes, Alexandre Almeida, referiu que a realização deste jogo em Paredes além de projetar o território, uma vez tratar-se de um jogo de qualificação para uma competição internacional, permite projetar a modalidade e dar visibilidade ao trabalho que o executivo municipal tem vindo a potenciar ao nível da formação nesta área.

O chefe do executivo paredense referiu mesmo que fruto do trabalho que a câmara municipal, em articulação com os clubes e vários atores ligados à modalidade têm vindo a realizar, tem sido possível atrair inúmeras meninas para a prática do andebol, existindo já um maior número de atletas do sexo feminino a praticarem o andebol que do sexo masculino.

O presidente da Câmara de Paredes manifestou, ainda, que a realização de eventos como o que vai acontecer este domingo tem sempre impactos positivos naquilo que é a economia local, na restauração, na hotelaria.

“Isso aconteceu no campeonato de sub-17 e sub-19 e irá acontecer com os próximos eventos até ao final do ano”, disse.

Esta conferência de imprensa de antevisão Portugal x Espanha (andebol feminino) ficou, ainda, marcada pela formalização do protocolo entre a Federação de Andebol de Portugal e a Câmara Municipal de Paredes, representadas por Augusto Silva, vice-presidente da Federação de Andebol de Portugal e Alexandre Almeida, presidente da CM Paredes.

O protocolo tem como objetivos assegurar toda a parte logística relacionada com este encontro, não só a preparação do recinto para o jogo, com a preparação dos atletas, das equipas de arbitragens, a deslocação do aeroporto para Paredes e vice-versa, a alimentação dos atletas e da equipa de arbitragem.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!