Novum Canal

mobile

tablet

Covid-19: 66 infetados em lar da Misericórdia de Arouca. Há a registar duas mortes

Covid-19: 66 infetados em lar da Misericórdia de Arouca. Há a registar duas mortes (c/vídeo)

Partilhar por:

Um surto Covid-19 em lar da Santa Casa da Misericórdia de Arouca provocou 65 infetados (utentes e colaboradores) e duas mortes, de pessoas já com várias patologias associadas.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Arouca, Vítor Brandão, destacou, em declarações ao Novum Canal, que das 111 pessoas do lar, 66 estão positivos, sendo que destes, seis foram transferidos para os cuidados diferenciados, uns porque tinham outras morbilidades e comorbilidades associadas.

O provedor da instituição referiu que desses seis, dois acabaram por falecer, uma senhora teve alta e três continuam internados.

Ao nível de colaboradores, existem para já oito casos positivos.

Vítor Brandão realçou que a instituição não tinha até à data qualquer caso de Covid-19, esclarecendo que todos os utentes e funcionários estavam vacinados contra a Covid-19.

“Não tínhamos tido um único caso ao nível dos nossos lares desde o início da pandemia, fomos todos vacinados, quer utentes, quer colaboradores, em fevereiro deste ano, faz mais ou menos oito meses. Agora aligeirando as medidas, começamos a abrir, no dia das eleições, muitos utentes, cerca de 30 saíram, quiseram ir com as famílias a casa, outros foram votar e calculamos que um deles tenha vindo contaminado e infetou parte da estrutura”, expressou, acrescentando que a instituição está a testar todos os negativos.

“É natural que amanhã tenhamos outros números porque os testes rápidos não têm a fiabilidade dos testes PCR”, frisou.

Vítor Brandão esclareceu , ainda, que na quinta-feira passada, os utentes foram todos vacinados contra a gripe e no domingo último, alguns deles começaram a desenvolver sintomas febris.

“Presumindo que a vacina já tinha sido tomada há muito tempo que pudesse não ser só da gripe, resolvemos começar a testar aqueles que estavam sintomáticos e alguns deram positivo e a partir daí percebemos que era um surto que estava instalado”, retorquiu, confirmando que o lar se encontra fechado.

“Aliás, orgulhávamo-nos de ser um dos poucos lares deste país sem ter um único caso, mas no bom pano cai a nódoa e chegou a nossa vez. É bom que informem porque a nível nacional, quem tomou a vacina na fase inicial tudo leva a crer que a imunidade esteja reduzida a muito pouco ou quase nada em pessoas de muita idade. Portanto, a terceira dose é fundamental e ainda bem que o Governo decidiu avançar com ela. Pena é que não termos conseguido chegar a essa fase”, atalhou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!