Novum Canal

mobile

tablet

Valongo: Empresário do brinquedo homenageado. Autarquia fala em património identitário

Reportagem (c/vídeo): Valongo: Empresário do brinquedo homenageado

Partilhar por:

O empresário do brinquedo Júlio Penela, responsável da Pepe Jato, foi, este sábado, homenageado, pela autarquia valonguense, no Centro Cultural de Alfena, com a atribuição da medalha de mérito do município, pelos 100 anos do primeiro brinquedo tradicional português, sob a marca “JAJ”.

O homenageado, um dos poucos fabricantes do brinquedo tradicional em Alfena, relevou a importância desta indústria, não esquecendo os fabricantes que ainda existem no concelho.

O empresário, que fundou a par com o filho Bruno Penela, a BruPlast, empresa de produção de artigos em plástico para as mais variadas indústrias, deixou, ainda, uma palavra de apreço aos seus familiares e, em especial, ao seu filho.

O presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, relembrou que o brinquedo é uma marca de Alfena e de Ermesinde e a atribuição desta medalha teve como propósito reconhecer uma família que continua a produzir de brinquedos tradicionais.

“É uma atividade económica que foi passando para a família e que continua na família. Hoje os produtores de brinquedos em Alfena e Ermesinde são escassos”, sustentou, sublinhando que esta atribuição pretende, igualmente, relevar o saber-fazer, uma arte ancestral que está bem presente em Valongo.

O chefe do executivo reconheceu que este setor está ligado à atividade festiva, às romarias, foi também afetado pela crise sanitária.

“O período da pandemia afetou este setor, uma vez que estamos a falar de um produto que é muito vendido na romarias, mas acredito que é possível voltar a animizar e dinamizar este setor, valorizar quem conseguiu sobreviver”, manifestou, referindo-se ao brinquedo como um produto que tem um impacto intergeracional e que envolve várias gerações.

José Manuel Ribeiro relevou, também, a importância da construção da Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português, um projeto há muito esperado, que terá apoio do Programa Operacional Norte 2020.

“Estamos a falar de um projeto que está rem obra e terá o mesmo impacto que tem a indústria da promoção da regueifa e do biscoito. É um espaço cultural de preservação da memória, da sua salvaguarda, mas projetado e preparado para o futuro. Vamos ter capacidade de trazer as novas dimensões do brinquedo. É um contributo que não deixa morrer a tradição e permite explorar outros caminhos ligados ao brinquedo. O brinquedo liga todas as gerações”, acrescentou.

Refira-se que futura Oficina de Promoção do Brinquedo Tradicional Português integra “visitas guiadas interativas e oficinas formativas”, entre outras valências. A Oficina irá fomentar, também, “encontros temáticos” e um polo de “indústrias criativas ligadas ao brinquedo didático de madeira”.

O presidente da Junta de Freguesia de Alfena, em exercício, Arnaldo Soares, relembrou que o brinquedo seja de madeira, metal ou plástico injetado é algo que identifica Alfena e o concelho, cuja importância foi devidamente valorizada pela câmara municipal.

“O brinquedo é um património da comunidade, já não é só da família Penela, é de muitos fabricantes e em conjunto teremos de continuar a dignificar este património e as suas tradições”, expressou.

Esta iniciativa esteve integrada na Festa do Brinquedo que iniciou, esta sexta-feira e decorre até este domingo. No domingo, o auditório externo acolhe, pelas 10h30, a atividade “O Vaqueiro que não Mentia” Lafontana – Formas Animadas.

Entre as 15h00 e as 17h00, no jardim do Centro Cultural realiza-se a atividade jogos tradicionais, pela Associação das Coletividades do Concelho de Valongo.

No polo da escrita, pelas 15h00, realiza-se a apresentação do livro “Sadako e o Voo do Tsuru”., da ilustradora Carla Monteiro.

Às 16h00, o auditório exterior, é palco da atividade “O Vaqueiro que Não Mentia”, da  Lafontana – Formas Animadas.

A finalizar a Festa do Brinquedo realiza-se, às 18h00, no auditório interior, a pela “Aurora” pelo Teatro e Marionetas de Mandrágora.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!