Novum Canal

mobile

tablet

Atleta do Aliados lamenta fim de ligação precoce ao clube. Presidente rejeita motivações políticas e fala em decisão técnica.
Fotografia: Aliados FC Lordelo

Atleta do Aliados lamenta fim de ligação precoce ao clube. Presidente rejeita motivações políticas e fala em decisão técnica.

Partilhar por:

O atleta do Aiados FC Lordelo, Jorginho Sousa, que apoiou a lista do movimento “Juntos por Paredes, à Assembleia de Freguesia”, foi despedido na segunda-feira, da formação paredense, que milita Associação de Futebol do Porto, Divisão de Elite – Pro-nacional, série 4.

O atleta esclareceu, em declarações ao Novum Canal, que a decisão lhe foi comunicada pelo próprio treinador de que já não faria parte dos trabalhos da equipa para a presente época, colocando, assim, um ponto final à sua relação com o emblema e ao desejo de terminar a sua carreira no Aliados.

Face aos argumentos que lhe foram facultados pelo técnico, Jorginho Sousa destacou que confrontou depois a direção com as justificações que lhe tinham sido apresentandas, verificando que a argumentação da direção não coincidia com a do técnico.

O jogador confessou estar magoado com tudo o que se passou e avança que sempre se sentiu acarinhado pelos adeptos, colegas do clube, o treinador e inclusive com a direção, a quem acusa, agora, de “não ter tido respeito” por ele.

Questionado se o facto de ter apoiado a candidatura de Joaquim Mota, um seu familiar, pelo Movimento Juntos Por Paredes à Junta de Freguesia de Lordelo, poderá ter ditado este desfecho, o atleta escusou-se a fazer quaisquer comentários e afirmou que em momento algum a direção invocou tal argumento para o seu despedimento.

O jogador relembrou que sempre manteve uma relação saudável com o emblema e que antes de rumar ao Aliados FC Lordelo teve propostas mais tentadoras de outros clubes, mas a sua opção foi sempre a de jogar pelo clube da terra.

O atleta confirmou, ainda, que teve já várias propostas de outros emblemas e que na próxima semana irá tomar uma decisão.

Fotografia: Aliados FC Lordelo

Refira-se que, entretanto, a direção do clube partilhou na página oficial do Aliados FC Lordelo uma curta mensagem, esclarecendo que “o atleta Jorginho Sousa deixou de fazer parte do plantel sénior. A decisão foi tomada pela equipa técnica e comunicada à direção, que perante os argumentos apresentados pelos mesmos não encontrou condições para a continuidade no grupo de trabalho”.

O Aliados FC Lordelo releva, ainda, o “profissionalismo e empenho do atleta ao serviço do Aliados”.

Ao Novum Canal, o presidente do Aliados FC Lordelo, Filipe Carneiro, foi perentório em avançar que esta foi uma decisão técnica, rejeitando quaisquer motivações políticas por detrás deste desfecho.

O dirigente do Aliados declarou mesmo que esta era uma decisão que já se arrastava há algum tempo, que foi assumida pela equipa técnica.

Filipe Carneiro manifestou, ainda, que tentou, demover o técnico, mas não foi possível, pelo que a direção acabou por tomar a decisão que é publica.

Nesta questão, o dirigente do Aliados foi mais longe e reconheceu que o “timing” não foi o melhor, mas o clube não pode estar dependente da “gestão política de quem quer que seja”.

Filipe Carneiro recordou que não faz sentido falar em motivações políticas, neste caso, apresentando como exemplo o de Mário Sérgio, treinador da formação de juniores do Aliados, que integrou uma lista adversária, não tendo recaído sobre o técnico qualquer tipo de sanção ou retaliação.

Nesta questão, Filipe Carneiro vai mais longe e precisou que não faz parte da filosofia da direção promover este tipo de situações com base em escolhas ou motivações políticas, reiterando que esta foi uma decisão puramente técnica, assumida por toda a direção.

“Estou há 20 anos na política e há oito no clube e quem me conhece sabe que estes procedimentos não fazem parte da minha forma de estar”, expressou, repudiando a pressão psicológica e física, nomeadamente as ameaças à integridade física de que tem sido alvo, assim como da sua família.

“Considero isto um ataque pessoal à minha pessoa”, afiançou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!