Novum Canal

mobile

tablet

PSD Paredes lamenta nível de abstenção e afirma não ter eleito por meia dúzia de votos o terceiro vereador
Fotografia: PSD Paredes

PSD Paredes lamenta nível de abstenção e afirma não ter eleito, por meia dúzia de votos, o terceiro vereador

Partilhar por:

O PSD Paredes lamenta, em comunicado, o elevado índice de abstenção, tanto em Paredes como a nível nacional, e avança que por “meia dúzia de votos” a coligação Primeiro as Pessoas não conseguiu eleger o terceiro vereador para a Câmara de Paredes.

“A Comissão Politica da Concelhia do PSD de Paredes reuniu ontem para analisar os resultados das eleições autárquicas 2021, o que correu bem e menos bem durante a campanha eleitoral e medidas politicas levara à pratica durante os quatro anos”, lê-se na nota informativa que esclarece que “Ricardo Sousa, presidente deste órgão social-democrata, disse estar preocupado com o elevado índice de abstenção, tanto em Paredes como a nível nacional, fator que “prejudica a democracia portuguesa”.

Ricardo Sousa parabenizou “todos os candidatos, militantes e simpatizantes do PSD pela dedicação e esforço durante a campanha, com meios escassos em relação ao PS que, como se sabe, foi alvo de muitas queixas à CNE (Comissão Nacional de Eleições)”, tendo agradecido aos paredenses que confiaram e votaram nesta coligação para os três órgãos a sufrágio.

O presidente do PSD de Paredes garantiu, ainda, que “todos os paredenses, os que votaram e os que não votaram na coligação do PSD/CDS, podem contar com os eleitos para as Assembleias de Freguesia, Assembleia Municipal e Vereação para apoiarem o que for de bem para o concelho, mas também com forte oposição e denuncia publica sobre quaisquer propostas que prejudiquem o bem-estar da população de Paredes”.

PSD Paredes lamenta nível de abstenção e afirma não ter eleito por meia dúzia de votos o terceiro vereador
Fotografia: PSD Paredes

Citado em comunicado, o dirigente social-democrata Paredes relembrou que “ o PSD estará atento a dossiers como a indeminização de milhões à BE Water, à instalação da “fábrica do lixo” em Baltar/Parada, habitação social – com custo por apartamento de 150 mil euros cada -, ao aumento da dívida da Câmara, à falta de água e saneamento na maioria das freguesias do concelho, ao apoio às famílias mais carenciadas, a projetos para os jovens e para menos jovens, desporto e cultura. É verdade que os resultados ficaram aquém do esperado. Mas vai ser, agora, com estes eleitos que iremos fazer uma politica construtiva, mas também fiscalizadora ao poder instalado na Câmara”.

A Comissão Política Concelhia do PSD Paredes reforça que “ficou também decidido reunir com todos os candidatos eleitos e formar um Gabinete Autárquico para os apoiar, mormente os mais jovens nestas andanças de autarquias, bem como um plenário dos militantes do PSD de Paredes para analisar e discutir a situação politica nacional, e em Paredes, em particular”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!