Novum Canal

mobile

tablet

Abstenção com níveis elevados no país

Abstenção com níveis elevados no país

Partilhar por:

A abstenção voltou a assumir números preocupantes nas eleições autárquicas de 2021, realizadas este domingo, tendo passado a fasquia 46%.

Segundo a Secretária-Geral do Ministério da Administração Interna (MAI), a taxa de abstenção ter-se-á cifrado nos 46,3%, valores apenas superados pelo escrutínio de 2013, também, para as autarquias, em que aquela taxa se situou nos 47,4%.

Refira-se que a taxa de abstenção nas últimas eleições autárquicas atingiu os 45%.

Ainda de acordo com o MAI e a Pordata, base de estatísticas certificadas sobre Portugal, projeto da Fundação Francisco Manuel dos Santos, em 2001 a abstenção situou-se nos 39,9%, em 2005, nos 39,0%, em 2009 foi de 41,0%, em 2013 situou-se nos 47,4% e em 2017 nos 45,0%.

Recuando ainda mais no tempo, a taxa de abstenção em escrutínios autárquicos foi, por exemplo, em 1976 de 35,4%, em 1979 atingiu os 26,2%, em 1982 situou-se nos 28,6%, em 1985 atingiu os 36,1%, em 1989 rondou os 39,1%, em 1993 chegou aos 36,6% e em 1997, a mesma taxa de abstenção, cifrou-se nos 39,9%.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!