Novum Canal

mobile

tablet

AHRESP defende que estabelecimentos de animação noturna encerrados promovem ajuntamentos de risco
Fotografia: AHRESP

AHRESP defende que estabelecimentos de animação noturna encerrados promovem ajuntamentos de risco

Partilhar por:

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defende, em comunicado, que os “estabelecimentos de animação noturna encerrados promovem ajuntamentos de risco”.

“A manutenção do encerramento legal dos estabelecimentos de animação noturna, como bares e discotecas, além de fazer com que estas empresas se tornem insolventes, com o risco de não reabrirem os seus negócios, tem ainda o efeito pernicioso de promover ajuntamentos noutros locais, que ocorrem sem qualquer controlo ou mesmo cuidado com medidas de prevenção da Covid-19”, refere, salientando que “considerando o sucesso da vacinação, a AHRESP defende que se justificaria a entrada imediata na 3.ª fase de desconfinamento”.

A associação defende, em simultâneo, que é preciso “não esquecer a necessidade destes estabelecimentos acederem a um apoio financeiro específico para a reabertura, o que ajudaria no combate à pandemia e funcionaria como um sinal de apoio e confiança nestes agentes económicos que levam já mais de ano e meio de faturação zero”.

Fotografia: AHRESP

A AHRESP concretiza, por outro lado, que o “fim das moratórias exige disponibilização da medida “Retomar”.

“A poucos dias da data de término das moratórias bancárias, desconhecem-se ainda os detalhes e condições da medida Retomar, que será o principal instrumento de apoio que será disponibilizado às empresas para enfrentar o fim das moratórias. Esta medida foi anunciada com o objetivo de apoiar as empresas na negociação com os bancos para a reestruturação dos seus créditos, através da concessão de garantia pública de até 25% da dívida em moratória, assegurando que as empresas possam beneficiar de alguma carência de capital adicional, bem como de uma extensão de maturidade. As moratórias terminam a 30 de setembro e a medida ainda não foi regulamentada nem são conhecidos os seus detalhes”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!