Novum Canal

mobile

tablet

Simão Ribeiro apresentou eixos estratégicos para o desenvolvimento de Lousada
Fotografia: Coligação Acreditar Lousada

Simão Ribeiro apresentou eixos estratégicos para o desenvolvimento de Lousada

Partilhar por:

O candidato da Coligação Acreditar Lousada à presidência da Câmara Municipal, Simão Ribeiro, revelou, na cerimónia de apresentação das listas da coligação, os cinco eixos estratégicos que fundamentam o programa eleitoral que apresenta para o concelho.

O candidato afirmou tratar-se de um “programa integrado e pensado para cada fase da vida dos lousadenses”, salientando que o primeiro eixo estratégico assenta na criação de um “concelho moderno, transparente e próximo dos munícipes.

“Pretendemos acelerar a digitalização dos processos e garantir a simplificação e o acesso multicanal, designadamente por via online, a cada vez mais serviços municipais”, adiantou.

Simão Ribeiro referiu que este eixo estratégico preconiza a “implementação de um programa Lousada Digital, pela desburocratização e simplificação de todos os procedimentos na relação com os munícipes e pela descentralização dos serviços municipais, numa lógica de flexibilidade adaptada às exigências físicas do concelho, nomeadamente em Lustosa e Aparecida”.

“E porque, incompreensivelmente, já perdemos duas grandes oportunidades, queremos para Lousada uma Loja Espaço Cidadão, dando dignidade aos nossos serviços públicos não municipais, concentrando-os e modernizando-os”, acrescentou.

No mesmo eixo estratégico, Simão Ribeiro anunciou a intenção de “implementar, em parceria com a CIM do Tâmega e Sousa, um Plano de Mobilidade Municipal, com transportes públicos que se querem ecológicos e sustentáveis e que cubram o território na sua totalidade e em múltiplos horários”.

Fotografia: Coligação Acreditar Lousada

Ainda no domínio dos transportes, apresentou a ideia de “promover a adesão ao projeto ‘Liga-Te’ com os taxistas de Lousada, através da atribuição de apoio público”.

O segundo eixo apresentado por Simão Ribeiro tem como mote “um concelho com estratégia e crescimento económico” e preconiza quatro vetores fundamentais: “a criação e elaboração de um Plano Estratégico, a aposta no Marketing Territorial, a criação de uma Agência do Investidor e a promoção de incubadoras de empresas e smart offices”.

O candidato da Coligação Acreditar Lousada confirmou a intenção de “apostar na área da Investigação e Desenvolvimento (I&D) através da criação, em Lousada, de ‘Living Labs’, ou seja, “espaços físicos ou virtuais onde – com a colaboração de empresas, do poder público e de instituições de ensino – acontecerá um processo colaborativo para a criação de prototipagem, validação e testes de novas soluções em contextos reais”.

Relativamente ao Plano Estratégico, Simão Ribeiro explicou que o objetivo é a “coesão territorial no concelho de Lousada, reduzindo as assimetrias e de forma que todos tenham as mesmas oportunidades à partida, independentemente da freguesia de onde cada pessoa é”.

“Pretendemos assumir e criar a Agência Municipal do Investidor, que será uma estrutura de desenvolvimento para políticas de diplomacia económica”, disse, salientando, em comunicado, que é seu objetivo “ajudar as empresas de Lousada com apoio técnico e científico, para que se modernizem, se internacionalizem e, dessa forma, tenham a possibilidade de oferecer melhores condições aos seus trabalhadores”.

Ainda neste âmbito, manifestou a intenção de “concretizar dois centros industriais e tecnológicos nas proximidades dos eixos rodoviários A42/A11 e A4/A11”.

O terceiro eixo estratégico visa a transformação de Lousada num “concelho saudável e socialmente coeso, designadamente através promoção da saúde mental e da criação de um centro de reabilitação e respostas integradas para o tratamento das dependências e para problemas de reabilitação física”.

O candidato à presidência da Câmara de Lousada esclareceu que este eixo “envolve ainda a criação de um Centro de Dia em Lousada Centro, em parceria e colaboração com os parceiros sociais”.

“E porque queremos um território inclusivo, vamos incrementar um verdadeiro programa ‘Lousada Sem Barreiras’, eliminando as barreiras arquitetónicas na via pública e nos edifícios públicos, criando lugares de mais fácil acesso para pessoas com mobilidade reduzida”, acrescentou.

O quarto eixo estratégico tem como base a ideia de Lousada como concelho educador.

“Vamos implementar o conceito de urbanismo educativo e inclusivo, em que cada equipamento público, independentemente da sua finalidade, tenha sempre uma vertente educativa e inclusiva”, revelou Simão Ribeiro, dando como exemplo a “eventual criação de um xadrez gigante numa praça, que motivaria a aprendizagem e o convívio intergeracional”.

De acordo com a coligação, este eixo tem, também, como objetivos “reforçar os mecanismos de diagnóstico precoce de dificuldades de alunos do básico e secundário, em articulação com os diferentes agentes educativos, articulando esta metodologia com mecanismos de inovação e qualidade no ensino, em parceria com uma universidade”.

Simão Ribeiro enumerou ainda um conjunto de outros objetivos: “trazer para Lousada cursos de formação, de âmbito politécnico e universitário, em áreas articuladas com o tecido empresarial que queremos atrair, promover o acesso das crianças a programas de aprendizagem da Robótica, Computação e Programação, e promover o acesso à aprendizagem de línguas estrangeiras logo desde os primeiros anos de escolaridade”.

No domínio da cultura, desporto e associativismo, quinto eixo estratégico, Simão Ribeiro referiu que pretende “promover o planeamento cultural do município ao longo de todo o ano, e de forma descentralizada, pelas freguesias do concelho e em equilíbrio com a programação dos concelhos vizinhos”.

O candidato defendeu “uma política de apoio aos autores, grupos e artistas do concelho, transformar o festival Folia num grande evento internacional das Artes e correlacionar a Arte e a Cultura com a Economia através da criação em Lousada de um centro de congressos para toda a região do Tâmega e Sousa”, “não só capaz de albergar congressos e grandes eventos culturais e artísticos, mas também encontros de âmbito científico e académico e encontros empresariais e de negócios”.

“Tudo isto faz reter talento, conhecimento, valor acrescentado e consumo no nosso comércio local, que tanto precisa desta dinâmica”, declarou.

A intervenção de Simão Ribeiro encerrou a apresentação das listas da Coligação Acreditar Lousada à câmara e assembleia municipal e juntas de freguesia.

Nesta sessão, Leonel Vieira, há quatro anos candidato da coligação PSD/CDS-PP à presidência da Câmara Municipal, foi apresentado como cabeça-de-lista para a Assembleia Municipal.

A lista da Coligação Acreditar Lousada à câmara municipal, integra os nomes de Carlos Nunes, número dois da lista, Cláudia Lousada, número três,  Filipe Barbosa e  Júlia Ribeiro, quarta e quinto da lista, respetivamente.

A lista conta, também, com os nomes de “José Rebelo, Carlos Pacheco, Marta Dias,  Isabel Pinheiro, Jorge Furtado, Sílvia Costa, Bruno Silva, Paula Ferreira, Telmo Ribeiro e Filipe Costa”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!