Novum Canal

mobile

tablet

Faleceu Otelo Saraiva de Carvalho
Fotografia: Otelo Saraiva de Carvalho (página Facebook)

Faleceu Otelo Saraiva de Carvalho

Partilhar por:

Faleceu Otelo Saraiva de Carvalho, figura e símbolo da Revolução de Abril que ficará para sempre ligado à Revolução dos Cravos e a este momento da história contemporânea portuguesa.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa,  na sua página oficial da presidência da República,  evocou Otelo Saraiva de Carvalho, realçando que este teve um papel “central de comando no 25 de abril” e endereçando à família e à Associação 25 de Abril os seus pêsames.

Marcelo Rebelo de Sousa relembra que Otelo Saraiva de Carvalho desempenhou funções “durante a revolução”, tendo-se candidatado “à Presidência da República em 1976”.

O Chefe de Estado  recorda que Otelo Saraiva de Carvalho foi “afastado do poder na sequência do 25 de novembro de 1975, viria a ser considerado, pela Justiça, envolvido nas FP25, condenado e amnistiado”.

“É ainda cedo para a História o apreciar com a devida distância. No entanto, parece inquestionável a importância capital que teve no 25 de abril, o símbolo que constituiu de uma linha político-militar durante a revolução, que fica na memória de muitos portugueses associado a lances controversos no início da nossa Democracia, e que suscitou paixões, tal como rejeições”, lê-se na publicação que Marcelo Rebelo de Sousa partilhou no site da presidência da República.

Fotografia: Otelo Saraiva de Carvalho (página Facebook)

“O Presidente da República, consciente das profundas clivagens que a sua personalidade suscitou e suscita na sociedade portuguesa, evoca-o, neste momento como o Capitão que foi protagonista cimeiro num momento decisivo da História  contemporânea portuguesa”, acrescenta a mesma publicação.

Também o Governo lamenta a morte de Otelo Saraiva de Carvalho

Numa nota à comunicação social, o  Governo  endereçou as mais sentidas condolências à sua família, assim como à Associação 25 de Abril.

“Otelo Saraiva de Carvalho foi o coordenador operacional da ação militar do Movimento das Forças Armadas, que, no dia 25 de abril de 1974, derrubou o regime do Estado Novo, pondo fim à mais longa ditadura do século XX na Europa e abrindo caminho à democracia”, refere a nota informativa que sustenta que a “capacidade estratégica e operacional de Otelo Saraiva de Carvalho e a sua dedicação e generosidade foram decisivas para o sucesso, sem derramamento de sangue, da Revolução dos Cravos. Tornou-se, por isso, e a justo título, um dos seus símbolos. Neste dia de tristeza honramos a memória de Otelo, como um daqueles a que todos devemos a libertação consumada no 25 de Abril e, portanto, o que hoje somos”, lê-se na mesma nota informativa.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!