Novum Canal

mobile

tablet

Simão Ribeiro quer atrair investimento para fixar jovens em Lousada
Fotografia: Coligação Acreditar Lousada

Simão Ribeiro quer atrair investimento para fixar jovens em Lousada

Partilhar por:

Simão Ribeiro, candidato da Coligação Acreditar Lousada à presidência da Câmara Municipal, anunciou, na inauguração da sede de candidatura, situada na Avenida Senhor dos Aflitos, uma estratégia de desenvolvimento do concelho para os próximos 10 anos, que prioriza a fixação dos jovens lousadenses, proporcionando-lhes oportunidades de realização profissional e salários mais elevados.

O candidato social-democrata,  desvendou as linhas gerais do seu programa eleitoral, que irão assentar numa “estratégia de marketing territorial, na atração de investimento de base tecnológica, na criação de um polo universitário em Lousada e na desburocratização da autarquia”.

“Pese embora o nosso programa eleitoral vá apresentar uma estratégia articulada e coordenada para cada faixa etária de Lousada, desde a infância até à velhice, é sobretudo a pensar nos jovens que estamos a trabalhar, porque será sobre eles que cairão as consequências das decisões tomadas nas eleições do próximo dia 26 de setembro”, disse.

Segundo o candidato, a sede de campanha “não será um mero reduto político ou um quartel-general, mas antes um espaço onde todos os lousadenses, desde os mais jovens aos mais velhos, terão oportunidade para debater ideias, cruzar pensamentos e, no fundo, dar o seu contributo para nos ajudar, de forma sustentada e articulada, a criar uma nova agenda para a década em Lousada”.

A candidatura de Simão Ribeiro esclarece que “apesar do desafio lançado para que os lousadenses contribuam ativamente na elaboração do programa da Coligação Acreditar Lousada – evidenciada também na disponibilização de uma plataforma colaborativa disponível no site www.simaoribeiro.pt, o candidato demonstrou já ter objetivos muito claros em relação às principais ações que pretende levar a cabo se for eleito presidente da Câmara”.

Fotografia: Coligação Acreditar Lousada

“Quero ajudar a melhorar, a modernizar e a internacionalizar as empresas e a indústria já existente em Lousada, mas também tenho a ambição de atrair valor acrescentado para poder fixar cá os nossos jovens, acabando com o fluxo migratório que os leva para outras terras e dando-lhes aqui oportunidades de vida, de carreira e de bons salários”, revelou.

“Lembrando que Lousada é o mais pobre dos 80 concelhos mais populosos do país e, simultaneamente, o que tem o menor índice de rendimento e de poder de compra per capita”, o candidato salientou que “esta triste realidade é o resultado de toda uma estratégia, ou da falta dela, ao longo dos últimos 32 anos de governação da Câmara Municipal”.

“É sobretudo para inverter o perigoso ciclo migratório negativo que sucede hoje na juventude lousadense que eu sou candidato à Câmara Municipal”, sublinhou, acrescentando que “os jovens que desejam mais, que ousam mais, que melhor se preparam, não têm, infelizmente, oportunidades de concretizar o seu sonho e o seu projeto de vida em Lousada”.

Simão Ribeiro defendeu a criação de um polo universitário em Lousada.

 “Enquanto presidente de Câmara, lutarei pela criação de um polo universitário em Lousada, para servir os jovens lousadenses. Queremos colocar a Ciência, a Inovação, o Conhecimento e todo o Talento ao serviço da valorização do nosso território e da valorização do nosso capital humano”, anunciou.

“Queremos estabelecer, em parceria com a Academia, nomeadamente com as universidades do Porto e do Minho, uma estratégia integrada de desenvolvimento para Lousada, pensado a médio e a longo prazo”, acrescentou.

Lembrando que “já todos sentimos na pele a resposta dura e fria que nos dão em qualquer lado quando dizemos que somos de Lousada – ‘isso onde fica?’”, sustentando que  “aquilo que nos retiram é todo um conjunto e um mar de oportunidades de crescimento e de prosperidade”.

“Esta é a triste realidade da falta de visibilidade externa e da falta de notoriedade de Lousada, enquanto concelho e marca distintiva na região e no país”, reconheceu Simão Ribeiro, destacando a urgência de “uma estratégia que compreenda uma infraestruturação adequada ao estilo e ao tipo de investimento que queremos atrair, que se quer de impacto e multiplicador”.

Fotografia: Coligação Acreditar Lousada

“Uma estratégia articulada, que compreenda o setor da educação e do ensino profissional devidamente vocacionado para o tecido empresarial e para a especialização que conduz, naturalmente, à mais fácil colocação de jovens lousadenses e às melhores condições de vida dos mesmos”, asseverou.

Simão Ribeiro prometeu, ainda, “lutar no âmbito da comunidade intermunicipal e na região norte do país para que sejam feitos em Lousada investimentos-âncora, que possam puxar não só por Lousada, mas também pela região, uma vez que este concelho goza de uma centralidade invejável no Vale do Sousa”.

Simultaneamente, sublinhou a importância de garantir uma maior “celeridade processual e transparência na Câmara Municipal de Lousada”, acrescentando: “se queremos atrair valor acrescentado, se queremos impedir o fluxo migratório dos nossos jovens, se queremos a criação de todo um conjunto de oportunidades para os lousadenses, não podemos ter uma máquina burocrática num edifício que leva, em média, dois anos a passar uma simples licença para a construção de um muro”.

O candidato  da Coligação Acreditar Lousada avançou que “a Câmara Municipal goza de excelentes funcionários públicos, de excelentes técnicos, com quem contarei diariamente, mas que estão altamente desapoiados, sob o ponto de vista político e tecnológico. Queremos inverter essa tendência”.

Afirmando que “ser autarca não é ser uma espécie de semideus a quem é devido qualquer tipo de honra clerical” e que “ser autarca é estar presente, ser quem primeiro ouve, ser sempre quem primeiro resolve”.

Simão Ribeiro defendeu, também, “uma nova relação entre o município, o executivo municipal e os nossos autarcas de freguesia”.

“Quero, acima de tudo, que os nossos autarcas de freguesia saibam que, comigo, serão também decisores estratégicos e que, também eles, terão nas suas mãos a capacidade de mudar para melhor o futuro dos lousadenses”, adiantou.

“Urge desenvolver Lousada com base numa sociedade civil empoderada e vibrante, independente do poder político”, concluiu Simão Ribeiro, garantindo que “a mudança está muito mais em cada uma e em cada um de nós, porque eu acredito na vitória deste projeto, no futuro de Lousada e que juntos vamos Acreditar Lousada”.

Na inauguração da sede de campanha da Coligação Acreditar Lousada, usou também da palavra o presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP, Pedro Amaral, que partilhou a ambição de “projetar Lousada a nível regional e nacional”, manifestando total apoio à candidatura de Simão Ribeiro.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!