Novum Canal

mobile

tablet

Marco de Canaveses congratula-se com luz verde dada pelo ministro de que IC35 vai avançar
Fotografia: Câmara do Marco de Canaveses

Marco de Canaveses congratula-se com luz verde dada pelo ministro de que IC35 vai avançar

Partilhar por:

A presidente da Câmara do Marco de Canaveses, Cristina Vieira, assume estar satisfeita com o anúncio feito pelo ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, de que o IC 35 vai avançar, declarações proferidas no âmbito assinatura do acordo de colaboração entre o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana e o município.

“Agora, de facto, conseguimos ver avançar esta obra tão importante para o Marco de Canaveses, em que tanto nos envolvemos e pela qual lutamos. A concretizar-se é mais um compromisso honrado, na luta que sempre estabelecemos e que para nós é uma conquista, o concretizar de uma velha ambição, que ameaçava perpetuar-se no tempo!”, afirmou, considerando que esta é uma novidade que trouxe “enorme regozijo e um profundo agrado aos autarcas do Tâmega e Sousa”.

Pedro Nuno Santos, garantiu, durante a visita que fez ao Marco de Canaveses, que o IC35 – ligação entre Rans e Entre-os-Rios vai avançar assim como, a ligação de Baião à Ponte da Ermida e variante à EN211 – Quintã – Mesquinhata.

Fotografia: Câmara do Marco de Canaveses

 “isto é sério! Se não as fizermos, perderemos o dinheiro de Bruxelas. Temos o financiamento, está apresentado esse compromisso em Bruxelas e temos um prazo para fazer a estrada”, confirmou o ministro que adiantou: “Temos mesmo de ter a estrada toda feita até 2026! Se conseguirmos antes, melhor. Mas, até 2026, tem de estar feita”.

O ministro assegurou ainda “que estas obras estruturais, consideradas de colossal importância para os concelhos que integram a região do Tâmega e Sousa na ligação entre o interior e o litoral vão mesmo avançar e terão mesmo um prazo para concretizar”, precisando que “temos mesmo de ter a estrada toda feita até 2026. Se conseguirmos antes, melhor”.

Fotografia: Câmara do Marco de Canaveses

 “São décadas à espera e eu tenho pelo menos a honra e o prazer de estar a fazer parte dessa história. Vamos fazer aquilo que ainda não tinha sido feito”, acrescentou, referindo-se a esta decisão como um momento histórico.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!