Novum Canal

mobile

tablet

Frente a Frente entre Alexandre Almeida e Alberto Carvalho Neto, da Be Water, na Inauguração da ampliação e remodelação da ETAR de Campo, criou alguma tensão (C/vídeo)

Partilhar por:

Os presidentes das câmaras de Paredes e de Valongo, presidiram à cerimónia de inauguração da ampliação da Estação de Tratamento de águas Residuais (ETAR), que abrange os dois concelhos.

Cerimónia que contou com a presença de Alberto Carvalho Neto, CEO da Be Water, empresa responsável pela ampliação e remodelação da ETAR.

Desde logo, adivinhou-se um certo clima de tensão entre o autarca de Paredes e Alberto Carvalho Neto.

Em causa está o litígio existente entre a Câmara Municipal de Paredes e a Be Water.

Recorde-se que a autarquia paredense avançou com um processo de resgate da concessão dos serviços de águas e saneamento.

A Be Water, entretanto, já intentou uma ação no Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto contra esta decisão da autarquia e exige, caso venha a concretizar-se, uma indemnização de 133 milhões de euros.  

Alberto Carvalho Neto diz que será analisado o interesse público do resgate, o que, na sua opinião, é muito subjetivo.

E não foi feito porque não houve diálogo, afirmou o CEO da Be Water que acusa a autarquia de incumprimento do contrato.

Por sua vez, Alexandre Almeida, presidente da Câmara Municipal de Paredes, considera que este resgate é de interesse público e está convicto que o tribunal dará razão à autarquia.

Até que haja um desfecho neste litígio, a tensão manter-se-á entre a Be Water e a Câmara Municipal de Paredes.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!