Novum Canal

mobile

tablet

Guimarães: Jardins e espaços exteriores do CCVF voltam a receber concertos
Fotografia: Direitos Reservados

Guimarães: Jardins e espaços exteriores do CCVF voltam a receber concertos

Partilhar por:

Os Jardins e espaços exteriores do Centro Cultural de Vila Flor (CCVF) voltam a receber concertos.

A Oficina, cooperativa cultural de Guimarães, destaca, em comunicado, que “ao entrar na segunda quinzena deste mês de junho, o jardim e o pátio exterior do Centro Cultural Vila Flor (CCVF), em Guimarães, são o espaço e o cenário para uma série de concertos que ocupam os finais de tarde das sextas-feiras de 18 e 25 de junho e 2 e 9 de julho,.

A organização refere que os espetáculos acontecem sempre às 19h30, proporcionando “memoráveis momentos de fruição artística ao ar livre e descontração rodeados pela natureza que este local nos oferece”.

“O primeiro desta série de concertos que ocupam os finais de tarde (19h30) das próximas sextas-feiras, chega-nos no dia 18 com o pianista e compositor Júlio Resende acompanhado por um Ensemble da Orquestra de Guimarães”, lê-se no comunicado que nos foi enviado que acrescenta que “afirmado como um dos mais internacionais músicos portugueses, contando já com sete álbuns editados, Júlio Resende tem um percurso que se inicia no jazz, passa pelo fado e pela palavra, e chega recentemente ao pop rock, abordando várias formas e estilos musicais através do seu piano”. 

Guimarães: Jardins e espaços exteriores do CCVF voltam a receber concertos
Fotografia: Direitos Reservados

A Oficina reforça que “apresentando-se com o seu recente trabalho “Fado Jazz Ensemble”, editado em finais de 2020, Júlio Resende surge no relvado na companhia da guitarra portuguesa de Bruno Chaveiro e da bateria e instrumentos de percussão de Alexandre Frazão para se juntar a um Ensemble da Orquestra de Guimarães composto por Nuno Meira e Filipa Abreu e os seus violinos, Emídio Ribeiro com a sua viola, Carina Albuquerque no violoncelo, Joana Lopes no contrabaixo e ainda Vítor Castro na percussão”.

“Este espetáculo é apresentado em Guimarães no âmbito da programação em rede que tem vindo a ser desenvolvida pelo Quadrilátero Cultural, projeto que promove e valoriza o património cultural e natural da região de Barcelos, Braga, Famalicão e Guimarães, através de ações de programação artística e cultural em rede”, acrescenta a nota informativa.

No dia 25 de junho, destaque para uma  nova edição do ‘Lufada’ com os músicos de jazz portugueses Bruno Santos e Ricardo Toscano.

“Com uma carreira consolidada na música e sendo vizinhos em Lisboa, deram concertos diários nos seus quintais e alpendres – durante o período de confinamento – enquanto a internet transmitia e, no meio de todas as dúvidas e de toda uma confusão que ninguém sabia quando iria terminar, tiveram a sorte de, no dia a dia, se juntarem a aprender, relembrar ou esquecer clássicos e menos clássicos do repertório jazzístico”.

Em julho se´ra a vez do  músico Bruno Pernadas. logo no dia 2, assinalar o seu regresso às “edições com “Private Reasons” num concerto há muito aguardado em que terá a companhia cúmplice de vários outros músicos como João Correia (Tape Junk, Julie & The Carjackers), Afonso Cabral (You Can’t Win, Charlie Brown) ou Francisca Cortesão (Minta & The Brook Trout, They’re Heading West), entre outros nomes que integram um amplo conjunto de aristas que aqui se apresentam reunidos”.

“Compositor, produtor e multinstrumentista, Bruno Pernadas sobe assim ao palco do jardim do CCVF com o seu novo disco que surge em 2021 depois de ter assinado recentemente a banda sonora do filme “Patrick” de Gonçalo Waddington e após ter lançado “How Can We Be Joyful in a World Full of Knowledge” (2014) e “Those Who Throw Objects at The Crocodiles Will Be Asked to Retrieve Them” (2016)”.

A Oficina avança que o  “sopro artístico trazido por esta nova ‘Lufada’ termina a 9 de julho com o concerto de Surma que, para além da sua voz doce e da parafernália de instrumentos a que já nos habituou, surge em pleno jardim do CCVF acompanhada por João Hasselberg no contrabaixo e eletrónicas e Pedro Melo Alves na bateria e percussões”.

“Depois da participação na edição online do Liverpool Soundcity, Surma – nome artístico de Débora Umbelino – junta-se em Guimarães em boa companhia para darem uma nova roupagem a músicas do seu disco de estreia e trazerem ainda mais algumas novidades.”, acrescenta o comunicado que esclarece que “com entrada gratuita até ao limite da lotação do espaço, os concertos decorrem todos às 19h30, em espaços exteriores do CCVF, dando um sabor diferente ao final da tarde das próximas semanas. A programação completa organizada pela cooperativa cultural vimaranense”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!