Novum Canal

mobile

tablet

Paredes: Inaugurada pista de BTT no Centro Escolar de Bitarães

Paredes: Inaugurada pista de BTT no Centro Escolar de Bitarães

Partilhar por:

O Centro Escolar de Bitarães, Paredes, tem a partir desta segunda-feira, uma pista de BTT, um equipamento  ansiado pela comunidade local  e em especial pela equipa de BTT que integra o Projeto Ciclismo na Escola BTT, do Agrupamento de Escolas de Paredes.

O  coordenador do Projeto Ciclismo na Escola BTT, do Agrupamento de Escolas de Paredes, Mário Pinto, destacou que  criação desta pista surge na sequência do projeto que coordena e que hoje integra já outros parceiros e tem como objetivo dotar o estabelecimento de ensino de um equipamento que permita à secção de BTT realizar treinos mais seguros, em especial nos escalões etários mais baixos em que é mais perigoso circular nas vias públicas.

“Esta é uma pista que cumpre com os seus objetivos e que é a ideal para lhes ensinar a depararem-se  com os obstáculos que vão enfrentar no terreno e que encontram nas pistas de XCO”, disse, sustentando que os ciclistas do BTT, com esta pista, acabam por estarem mais salvaguardados e em segurança, beneficiando de todas as condições para exercitarem o seu treino.

“É como se estivessem numa pista real”, atalhou, avançando que o agrupamento tem já enraizado o espírito do ciclismo, afirmando que o projeto Ciclismo na Escola BTT nos últimos quatro anos tem crescido de forma significativa.

“Antes da pandemia estávamos a trabalhar com 150 alunos e agora a ideia é no pós-Covid dar continuidade ao projeto e sensibilizar os jovens do agrupamento e das escolas envolventes”, atalhou, recordando que o projeto beneficia do apoio da Câmara de Paredes que tem apoiado em termos logísticos e financeiros, integrando outros parceiros.

Mário Pinto recordou que com o desconfinamento é vital que os alunos treinem, mas também comecem igualmente a competir.

“Os alunos do desporto escolar este ano ficaram privados desse prazer uma vez que foram canceladas as provas, mas o que fazem parte da academia de ciclismo já participaram no encontro regional de escolas da região A, região norte, tivemos dois pódios e dois top 10. Nos escalões mais velhos, já participámos na prova de Leiria, em Marrazes, uma prova internacional, sendo que um dos nossos atletas conseguiu o 15.º lugar, o que numa prova deste calibre, foi um resultado muito bom”, atalhou, sublinhando que em termos de estrada, a academia de ciclismo, em Penafiel, na quarta prova da Taça de Portugal Júnior, conseguiu o segundo lugar no campeonato regional e o quinto no nacional.

“Em Barcelos, os cadetes ganharam o primeiro e o segundo lugar pelo que os resultados falam por si”, manifestou, admitindo que a competição é uma parte fundamental, embora o projeto tenha como meta a formação pedagógica e formação de cidadãos.

Rui Vinhas, ciclista do FC Porto, parceiro no  projeto, relevou a importância de captar jovens e incentivar outros para a modalidade e afirmou sentir-se orgulhoso de ter um grupo já expressivo de ciclistas.

“Queremos ir ao encontro dos mais novos para incutir a modalidade e esta parceria com o professor Mário Pinto foi determinante”, confessou, manifestando  que existe um interesse do município no sentido de replicar este projeto noutras escolas e estabelecimentos de ensino.

“Entrar no ciclismo não é fácil e podendo ajudar este miúdos mais desfavorecidos é importante e algo que devemos fomentar”, acrescentou, relembrando que Paredes é uma terra de ciclistas e que tem um carinho especial pela modalidade.

O presidente da Câmara de Paredes, Alexandre Almeida, relevou, também, a importância deste projeto e do desporto escolar, admitindo que este tem de ser devidamente estimulado.

“O ciclismo  é como toda a gente sabe uma modalidade muito acarinhada no concelho e esta ligação à Academia de Ciclismo de Paredes deu-lhe uma nova visibilidade. O Rui Vinhas apadrinhou este projeto e bem e é sempre positivo verificar que existem pessoas em promover uma modalidade que é efetivamente muito querida dos paredenses”, concretizou.

Miguel Cavadas, do Agrupamento de Escolas de Paredes, referiu que este é mais um projeto do BTT na escola.

“Acolhemos esta iniciativa, ela foi crescendo e temos uma das primeiras pistas na escola”, disse, confirmando que o agrupamento está à frente do que se faz ao nível no pré-escolar e do primeiro ciclo.

“Queremos apostar nesta modalidade. Queremos dotar os alunos de ferramentas que são fundamentais para o desenvolvimento e para as aprendizagens. O BTT e outras são atividades fundamentais para o seu crescimento”, afirmou, admitindo que existe um carinho especial por este projeto.

“Os pais e encarregados de educação têm-nos apoiado e também a Câmara de Paredes”, confirmou, enfatizando que o BTT existe como desporto escolar nas escolas do agrupamento, está a funcionar nas outras escolas do agrupamento e no futuro seria desejável alargá-lo a outros agrupamentos.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!