Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Estratégia Local de Habitação de Baião aprovada em reunião de câmara
Fotografia: Câmara de Baião

Estratégia Local de Habitação de Baião aprovada em reunião de câmara

Partilhar por:

A Estratégia Local de Habitação de Baião e o programa de recuperação económica “Baião retoma” foram aprovados  em reunião de câmara.

A autarquia esclarece, na sua publicação oficial, que a Estratégia Local de Habitação “sinaliza 152 habitações e prevê um investimento de cerca de 10 milhões de euros”.

O município destaca que a Estratégias Local de Habitação teve por base um “diagnóstico realizado em todas as freguesias”, com o objetivo de identificar as condições de habitabilidade dos cidadãos, assim como perceber as pessoas que não dispõem de condições de habitabilidade e não têm suporte para fazer a necessária requalificação ou não têm como “suportar o custo do acesso a uma habitação adequada”.

O município realça que a Estratégia Local de Habitação prevê a atribuição  de apoios financeiros, “com uma parte a fundo perdido e outra a juros bonificados”.

Estratégia Local de Habitação de Baião aprovada em reunião de câmara
Fotografia: Câmara de Baião

“Enquadram-se nesta tipologia, nomeadamente, pessoas que tenham mais de 65 anos ou 60% de incapacidade, que vivam em lugares sem condições básicas de higiene e segurança, em sobrelotação, que sofram de violência doméstica, ou que estejam a residir num lugar inadequado às suas condições de incapacidade ou deficiência”, acrescenta a publicação  que  a câmara partilhou na sua página online.

Já quanto ao “Baião Retoma”, o município avança que o programa de recuperação económica tem como propósitos “apoiar as empresas afetadas pela crise sanitária que continua a afetar o país e ajudar o tecido económico local a superar  as adversidades resultantes do confinamento e da diminuição das receitas.  

A autarquia  manifesta que o programa prevê a atribuição de um subsídio às empresas mais atingidas pela crise pandémica, cujo subsídio é atribuído em função da quebra de rendimentos em 2020 em relação a 2019.

“Esta análise é conjugada com o número de postos de trabalho que a entidade tenha preenchidos a 31 de março de 2021”, lê-se na publicação que esclarece que tanto a Estratégia local de Habitação como o programa de recuperação económica vão ser discutidos e votados em sede da Assembleia Municipal, agendada para o 8 de maio.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!