Novum Canal

mobile

tablet

JPessoas com diabetes passam a ser prioritárias no novo plano de vacinação
Fotografia: APDP

Pessoas com diabetes passam a ser prioritárias no novo plano de vacinação

Partilhar por:

As pessoas com diabetes, dos 16 aos 60 anos, tipo 1 ou 2, passam a estar incluídas na fase de vacinação que agora avança.

A Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), em comunicado, esclarece  que esta era uma das suas reivindicações, no âmbito do Grupo de Trabalho para o Plano de Vacinação contra a Covid-19 e que foi acolhida na revisão anunciada esta semana.

“A APDP estima que, até ao final de maio, todas as pessoas com diabetes e mais de 16 anos, terão já tomado a primeira dose da vacina”, refere a  APDP em nota de imprensa.

Citado em comunicado, José Manuel Boavida, presidente da APDP, realça que os  “estudos realizados em todo o mundo já demonstraram, que existe maior risco de formas mais graves da covid-19 em pessoas com diabetes.  A diabetes tipo 1 como aparece, maioritariamente, na idade infantil e juvenil, faz com que os anos de vida com doença sejam potencialmente mais gravosos, fragilizando-as perante a covid-19”.

Vacina contra a Covid-19 AstraZeneca suspensa

O responsável pela APDP confirma que esta “é realmente uma ótima notícia que sejam integrados na população prioritária”, ressalvando que a APDP está “pelo rumo da negociação realizada pela APDP junto do Ministério da Saúde”.

“Foi um processo demorado, mas os resultados são muito satisfatórios. Conseguimos que a diabetes fosse considerada prioritária”, afirmou.

A APDP avança que na fase em vigor “há dois critérios de vacinação a considerar: o critério da idade continua a prevalecer, incluindo todos os cidadãos com mais de 60 anos, onde estão a maioria das pessoas com diabetes; e o critério de doenças listadas como de risco acrescido, onde se enquadram as pessoas com diabetes com mais de 16 anos, tipo 1 ou 2”.

A instituição declara que “entre 300 a 400 mil pessoas, isto é, cerca de 30% a 40% das pessoas com diabetes, já foram vacinadas na primeira fase devido à idade ou a comorbilidades associadas. Esta percentagem corresponde ao grupo de pessoas com diabetes e mais de 80 anos, ou com mais de 50 e que tenham, além da diabetes, insuficiência respiratória, cardíaca ou renal, uma população que representa um risco ainda maior de complicações graves”.

João Filipe Raposo, diretor clínico da APDP, manifestou que é fundamental que seja reconhecido o risco associado à diabetes independentemente das complicações que lhe possam estar associadas,

O diretor clínico da APDP relevou a importância da comunicação para as pessoas que têm diabetes.  

“As pessoas com diabetes sabem desde há 1 ano que são um grupo de risco e como tal é muito importante que a comunicação da vacinação nesta fase seja clara para quem tem diabetes e para os profissionais de saúde”, concluiu.

A APDP foi fundada em 1926, sendo a “associação de pessoas com diabetes mais antiga do mundo”.

A instituição integra cerca de “15 mil associados, desenvolve a sua atividade na luta contra a diabetes e no apoio à pessoa com esta doença, tendo sempre como meta a integração das pessoas com diabetes enquanto elementos ativos na sociedade”.

” A APDP tem sido pioneira na prevenção, na educação e no acompanhamento personalizado. Conhecer melhor a doença e explorar novas formas de tratamento são os seus principais objetivos, a par da criação de estruturas capazes de dar resposta aos diversos problemas que envolvem a diabetes”, refere o comunicado que foi enviado à comunicação social.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!