Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Lousada participa em programa para capacitar os imigrantes provenientes de zonas de risco
Fotografia: Câmara de Lousada

Lousada participa em programa para capacitar os imigrantes provenientes de zonas de risco

Partilhar por:

O concelho de Lousada está a desenvolver diversos projetos em parceria com outros países  europeus, promovendo boas práticas na área da educação, o cofinanciados pelo Programa Erasmus +.

Um desses projetos é o Humanistic Values termina em fevereiro do próximo  ano, sendo coordenado pela Gaziantep Universitesi, na Turquia, e tem como parceiros,  para além do município de Lousada, a Asociacija Tavo Europe (Lituânia), Gaziantep Buyuk Sehir  Belediyesi (Turquia), Ajuntament de Castelló (Espanha), e Kayra Yoney Lem Ltd. Sti. e Istanbul  Teknik University (Turquia).

O município esclarece que o  projeto Humanistic Values pretende “desenvolver um programa de formação para  capacitar os imigrantes provenientes de zonas de risco, de modo a criar aptidões para a vida quotidiana e uso eficaz dos recursos disponíveis”.

Fotografia: Câmara de Lousada

O projeto pretende, ainda, definir uma “abordagem  metodológica da estrutura do Programa de Formação, orientado para as instituições e associações  locais, regionais e nacionais, bem como criar campanhas de consciencialização pública para as  instituições e organizações que estão relacionadas com o asilo dos imigrantes.

O Município de Lousada é também parceiro do projeto Increasing the Quality of Life of  Refugees Under Active Aging.

“O projeto é coordenado pelo Kirsehir Aile ve Çalisma Sosyal Hizmetle Il MÜDÜRLÜGÜ  (Turquia) e tem como parceiros o Município de Lousada, Kirsehir Ahi Universitesi (Turquia), Euronet (Itália), Aristotelio Panepistimio Thessalonikis (Grécia), Genista Research Foudation (Malta)”, refere a autarquia.

O projeto tem como metas a “integração das pessoas com mais de 50 anos, na vida ativa, em que todos os  parceiros se comprometem a garantir o bem-estar de vida dos mais velhos, através de um conjunto  de atividades recreativas para combater o isolamento social.EuRiCa”.

O município associou-se, também, ao Europe Ritual Cuisine – Digital  Presentation and Preservation, acue visa a “criação de um guia de receitas sobre a gastronomia local,  como importante marcador etno-cultural a nível transnacional, num formato digital, acessível a  todos”.

O projeto é “coordenado pela Burgaski Svoboden Universitet e tem como  parceiros, para além de Lousada, a Universidade Portucalense Infante D Henrique, Historical  Museum Burgas (Bulgária), Latvijas Etnografiskais Brivdabas Muzejs, Latvia, Kulturverein Blaues  Fenster (Austria) e Speha Fresia SC (Itália)”.

A câmara municipal avisa que “vai ser desenvolvido um programa de formação que visa a partilha de boas  práticas entre os países envolvidos, de forma a desenvolver métodos e procedimentos de registo,  preparação e publicação digital de receitas”.

Fotografia: Câmara de Lousada

A autarquia integra, também, o projeto “Resilient Preschools” que pretende analisar a realidade em vários países europeus sobre a educação da resiliência na educação pré-escolar.

“Os resultados obtidos vão permitir desenhar e testar um programa de formação para  educadores de infância, a nível europeu, potenciando uma cultura escolar inclusiva de orientação  positiva, na qual todas as crianças sejam sempre valorizadas e respeitadas”, avança o município que esclarece que o “consórcio do projeto inclui seis organizações parceiras de diferentes países da União  Europeia, entre elas o Município de Lousada e a Universidade do Porto e ainda instituições de  ensino e instituição da Grécia, Chipre, Roménia e República Checa”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!