Novum Canal

mobile

tablet

Os pontapés dão-se na bola, dentro do campo e não em jornalistas

Artigo de Opinião: PS versus Humberto Brito

Partilhar por:

“As causas não determinam o carácter da pessoa, mas apenas a manifestação desse carácter, ou seja, as ações.” Arthur Schopenhauer

Ontem à noite fomos surpreendidos com uma publicação no seu Facebook pessoal, pelo autarca e Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito anunciando o seguinte e passo a transcrever:

“Defendo valores e princípios e não cedo à chantagem dos lugares/tachos! A reposta é não! Não aos interesses, às negociatas! Jamais! E sei que o povo está e estará sempre comigo! E podem tentar denegrir-me por todos os meios! Com as calúnias e os boatos de sempre! Recorrendo ao mais vil e abjecto! Mas nunca nunca nunca cederei! NUNCA PERDEREI A HONRA DE TUDO O QUANTO O MEU PAI ME ENSINOU APENAS PARA ME MANTER NO LUGAR!”

Anunciando que:

“(…) que NÃO VOLTAREI A SER CANDIDATO A CÂMARA MUNICIPAL! Na política como na vida, não vale tudo! E para mim há valores maiores!”

São públicas as divergências que Humberto Brito tem com a Presidente da Comissão Política do PS de Paços de Ferreira atingindo o seu momento mais bizarro no anúncio da candidatura à Junta de Freguesia de Paços de Ferreira pelo autarca supostamente à revelia da estrutura partidária, dando a responsável do partido eco público dessa insatisfação ao reafirmar que é ela a única com legitimidade para representar o PS no concelho.

No “inner circle” dos meios partidários em Paços de Ferreira são sobejamente conhecidas as profundas divergências entre Humberto Brito e Armanda Fernandez, tendo esta o respaldo político no antigo vereador e responsável pelo PS em Paços de Ferreira (Paulo Sérgio) e Manuel Pizarro, Presidente da Distrital do PS, chocando as estratégias na escolha da futura lista para a Câmara Municipal, despoletando um inenarrável braço de força para que Armanda Fernandez possa integrar esse elenco ou alguém da sua confiança política.

Humberto Brito, que se filiou no PS em Paços de Ferreira já durante o seu mandato, conhecido por ter posições livres e politicamente desassombradas, com caminho próprio e sem respaldo nas estruturas distritais do PS (apoiou José Manuel Ribeiro contra Manuel Pizarro), tem mantido inalterada a sua postura mesmo sentido o condicionamento público e privado do PS local, suportado pela distrital a mando de Manuel Pizarro.

Conhecido o seu carácter de homem vertical, combativo e insuscetível de sofrer pressões para alterar o seu pensamento sobre a atividade política compreende-se que “bata com a porta” com enorme estrondo pondo fim às pressões de “cozinha partidária” que tem sido alvo nos últimos meses.

Esta atitude demonstra a nobreza do seu carácter todavia poderá precipitar a mudança de ciclo na autarquia de Paços de Ferreira, facilitando o trabalho ao PSD local na reconquista daquela edilidade.

Nesta luta partidária no PS de Paços de Ferreira todos saem a perder mas no zénite deste triângulo brilhará Manuel Pizarro, Paulo Sérgio e Armanda Fernandez por colocarem os interesses pessoais e partidários à frente dos interesses dos habitantes de Paços de Ferreira.

Paulo Lopes,

Diretor do Novum Canal


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!