Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Linha Amarante-Vila Meã volta a funcionar à hora de almoço

Linha Amarante-Vila Meã volta a funcionar à hora de almoço

Partilhar por:

A linha Amarante-Vila Meã, que faz a ligação ao transporte ferroviário, foi reativada  no horário de almoço com saídas às 11h55 e 12h55 (ida); e 12h30 e 13h32, no sentido Vila Meã-Amarante.

A autarquia esclarece, em comunicado, que “estes horários tinham sido suprimidos ao abrigo do dever geral de recolhimento obrigatório, mas também devido à diminuição das deslocações autorizadas, e à suspensão das atividades letivas e não letivas”.

O município avança que a “reabertura gradual da economia, de acordo com o Plano de Desconfinamento que agora começa, prevê, entre outras, a retoma das atividades letivas presenciais em todos os níveis de ensino e a necessidade de mobilidade dos cidadãos leva a que sejam reativados todos os horários desta linha”.

A câmara municipal recorda que a “linha entre o terminal rodoviário do Queimado e a estação ferroviária de Vila Meã foi criada pelo Município de Amarante e é operada pela Valpi Bus desde o início de 2020. Uma solução ágil de mobilidade, entre a sede do concelho e o transporte ferroviário, de forma a estimular o uso de transportes públicos. De acesso gratuito para quem tiver passe ou bilhete da CP, e com o valor simbólico de 50 cêntimos para os restantes utilizadores, esta linha faz oito ligações de ida e sete de volta, diárias, entre os dois principais polos urbanos do concelho, coincidindo com os horários de maior procura da CP”.

O município refere, ainda, que apesar da pandemia e de muitos terem ficado em teletrabalho, “a linha Amarante-Vila Meã transportou cerca de 6000 passageiros no primeiro ano e, destes, cerca de 60%, viajaram gratuitamente”.

Parecer aponta para necessidade de estados auxiliarem setor ferroviário para superar a crise

“Acresce ainda que, como tem vindo a acontecer desde o inicio da pandemia, o Município está a pagar compensações aos operadores de transporte público, Rodonorte e Valpi Bus, pelos serviços adicionais e desdobramentos que decorrem das restrições da lotação das viaturas a 2/3 do seu máximo de lotação, estando previsto o pagamento de cerca de 39 mil euros nos meses de abril, maio e junho”, lê-se no comunicado que nos foi enviado.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!