Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia lança petição para criar Dia Nacional da Síndrome do Intestino Irritável
Fotografia: Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia

Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia lança petição para criar Dia Nacional da Síndrome do Intestino Irritável

Partilhar por:

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia lançou uma  petição para criar o Dia Nacional da Síndrome do Intestino Irritável (SII).

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) esclarece, em comunicado, que a SII “afeta atualmente cerca de 1 milhão de portugueses, com grande impacto na qualidade dos doentes e elevados custos para a sociedade”, destacando que no âmbito da campanha “Vamos falar de SII” lançada pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), foi criada uma petição com o objetivo de instituir o Dia Nacional da Síndrome do Intestino Irritável, no dia 21 de outubro”.

Citado em comunicado, Rui Tato Marinho, presidente da SPG realça que“dado o impacto desta doença, que afeta cerca de 10% da população nacional defendemos a criação de um dia destinado a apoiar quem sofre desta patologia e promover a informação sobre os seus principais aspetos, no sentido da melhoria dos cuidados de saúde! Muitos têm tendência a esconder que sofrem desta patologia. Há uma grande percentagem de pessoas que não têm conhecimento da sua existência”.

O responsável pela SPG assinala que “esta petição vai contribuir para transmitir mais informação não só aos doentes, mas também aos familiares. Trata-se de uma chamada de atenção para os sintomas, permitindo aumentar os diagnósticos precoces desta patologia. Desafiamos, por isto, que os doentes com SII e todos os interessados a assinar esta petição para darmos relevo a uma patologia que é tantas vezes subvalorizada”.

“Para além de lançar esta petição, que pode ser assinada por todos os interessados,  a SPG, com a campanha “Vamos falar de Sii” (com o apoio da farmacêutica Norgine), disponibiliza ainda informações sobre a doença na sua página de Facebook e também no website da campanha www.vamosfalardesii.pt.  Nesta página poderá também ouvir o podcast “À conversa consiigo”, que tem vários especialistas são convidados a esclarecer e desmistificar assuntos associados a esta doença”, avança a SPG que revela que a “Síndrome do Intestino Irritável é uma condição cujos principais sintomas surgem entre os 20 e os 30 anos e afetam maioritariamente pessoas em idade ativa e produtiva. A SPG pretende, desta forma, alertar para este problema de saúde que resulta num grande impacto social, económico e engloba custos diretos relacionados com as consultas médicas, investigação clínica, testes de diagnósticos e tratamentos. A diminuição da produtividade, devido ao absentismo laboral resultantes da incapacidade que esta doença acarreta e consequente impacto na qualidade de vida, traduzem-se em custos indiretos”.

A SPG sublinha que a “Síndrome do Intestino Irritável (SII) é uma doença crónica do tubo digestivo que afeta mais de 1 milhão de portugueses, contudo, muitos não procuram ajuda médica por desconhecimento da doença e vergonha de falar dos sintomas”.

Fotografia: Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia

“A SII caracteriza-se pela presença de dor abdominal que pode ser de forte intensidade e alteração nos hábitos intestinais (obstipação e/ou diarreia) e tem um grande impacto no dia a dia dos que dela sofrem de uma forma bastante agressiva. Em muitos casos, o diagnóstico médico não é fácil e pode confundir-se com entidades mais graves nomeadamente doenças oncológicas, colite ulcerosa ou Doença de Crohn, doença celíaca, intolerância à lactose. O seu diagnóstico pode ser complexo e trata-se de uma doença crónica, que afeta uma população jovem e ativa”, lê-se na nota à imprensa que sustenta que a “Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, abreviadamente designada por SPG, foi constituída em 1960, é uma associação científica sem fins lucrativos e de utilidade pública, constituída por médicos e profissionais não médicos ligados à saúde, a SPG pretende promover os estudos e as investigações no âmbito da Gastrenterologia, no sentido de contribuir para a melhoria dos cuidados e do estado de saúde da população portuguesa”.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!