Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

José Manuel Boavida reeleito presidente da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal
Fotografia: APDP Diabetes

José Manuel Boavida reeleito presidente da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal

Partilhar por:

José Manuel Boavida foi reeleito para a presidência da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), para o próximo quadriénio 2021-2024. Os corpos gerentes foram eleitos em Assembleia-geral e a tomada de posse teve lugar no próprio dia.

Citado em comunicado, José Manuel Boavida, presidente da APDP, agradeceu a confiança dos associados e assumiu ser com sentido de responsabilidade que pretende continuar a servir esta causa.

“É com muito sentido da responsabilidade que a atual direção da APDP reeleita, agradece o apoio claro dos associados. É uma honra poder continuar a servir esta nobre causa. Pretendemos dar continuidade ao trabalho desenvolvido ao longo dos 95 anos de existência na defesa dos direitos das pessoas com diabetes e na sensibilização da comunidade para todas as dimensões que envolvem esta doença”, disse.

O recém-reeleito presidente da APDP apontou a “continuação da defesa de todas as pessoas com diabetes e da sua integração na sociedade, o desenvolvimento dos Serviços de Apoio Domiciliário e de telemedicina, os programas de educação terapêutica e a participação na estratégia de controlo e combate à COVID-19 e suas consequências”, como constituindo alguns dos princípios orientadores da direção agora reeleita.

A direção reeleita integra ainda João Raposo, como Diretor Clínico, Maria Antónia Almeida Santos, Horácio da Silva Negrão,  Lurdes Serrabulho, Teresa Laginha e Paula Macedo.

Fotografia: APDP Diabetes

Também  citado em comunicado, João Filipe Raposo defendeu que “os próximos quatro anos trazem muitos desafios. O impacto que a pandemia da COVID-19 está a ter nas pessoas com diabetes, muitas vezes resultantes da interrupção dos cuidados de saúde, exigirá um esforço ainda mais acrescido de acompanhamento atento e próximo por parte da APDP”, disse, sustentando que “retomar rastreios, retomar programas na comunidade, retomar os cuidados presenciais, dinamizar a intervenção nos bairros e comunidades, são eixos fulcrais na resposta à pandemia da diabetes. Não só esta não deixou de existir como se acentuou e provavelmente se agravou durante a pandemia do COVID-19.”

O antigo Procurador-Geral da República, Conselheiro José Narciso Cunha Rodrigues, é o presidente da Assembleia-geral e o conselheiro Alfredo Sousa, ex-presidente do Tribunal de Contas e antigo Provedor de Justiça  é o Presidente da Comissão de Fiscalização.

A nota de imprensa destaca que a APDP foi “fundada em 1926, a APDP é a associação de pessoas com diabetes mais antiga do mundo. Com cerca de 15 mil associados, desenvolve a sua atividade na luta contra a diabetes e no apoio à pessoa com esta doença, tendo sempre como meta a integração das pessoas com diabetes enquanto elementos ativos na sociedade”.

“ A APDP tem sido pioneira na prevenção, na educação e no acompanhamento personalizado. Conhecer melhor a doença e explorar novas formas de tratamento são os seus principais objetivos, a par da criação de estruturas capazes de dar resposta aos diversos problemas que envolvem a diabetes www.apdp.pt”, lê-se no comunicado à imprensa.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!