Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Lamego acelera processo de revitalização do Bairro do Castelo
Fotografia: Câmara de Lamego

Lamego acelera processo de revitalização do Bairro do Castelo

Partilhar por:

A Câmara Municipal de Lamego está a reforçar neste momento o processo de revitalização do Bairro do Castelo com a reabilitação, em simultâneo, da Torre dos Figos e da Casa do Horto, até agora votadas ao abandono, num  investimento superior a 530 mil euros.

A autarquia avança, em comunicado, que a “concretização destes novos investimentos ajudará a criar as condições favoráveis à fixação de moradores e a atrair novas pessoas e atividades a esta zona histórica da cidade, ao constituírem-se como espaços de acolhimento e expressão artística”.

A câmara municipal destaca que a “intervenção em curso transformará este imóvel num espaço público de valorização do património histórico da cidade e de atração e promoção do turismo e da cultura. Tendo em conta a sua simbologia e a sua localização no “coração” do Bairro do Castelo, acolherá a sede da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH) e disponibilizará três salas multiusos e de exposições”.

Fotografia: Câmara de Lamego

O município esclarece que “historicamente, a Torre dos Figos teve diversas utilidades, nomeadamente como Torre Militar Albarrã e a sua posterior ocupação como Casa da Câmara, entre o séc. XIV e o séc. XIX. Tendo em conta o seu elevado valor patrimonial, o projeto de arquitetura vai, simultaneamente, recuperar e regenerar a sua estrutura, fazendo a passagem do uso militar para o uso cívico”.

“Mais acima, erguida junto à entrada do Castelo de Lamego, a Casa do Horto acrescentará mais um lugar memorável a este bairro histórico. Já foram demolidas as ruínas da casa antiga e o novo edifício que vai nascer no local estará preparado para acolher eventos e exposições, com o objetivo de atrair jovens e turistas que querem usufruir da sua localização única e da vista privilegiada sobre a cidade”, refere a nota à imprensa que informa que “adjudicadas à firma “ATWAAL”, as duas obras são concretizadas no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), cofinanciado em 85% pelo FEDER. 

Fotografia: Câmara de Lamego

Citado em comunicado, o presidente da Câmara de Lamego, Ângelo Moura” destacou que “estes dois investimentos municipais integram um conjunto de intervenções que vão trazer uma nova vida à cidade, tanto ao nível paisagístico e urbanístico, como ao nível da qualidade de vida dos munícipes permitindo o usufruto de uma cidade mais moderna, com conforto e segurança”.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!