Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Drama na restauração e alojamento agudiza-se no mês de março
Fotografia: AHRESP

AHRESP defende que a medida “APOIAR Restauração” seja reativada

Partilhar por:

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP)  defende que defende que a medida “APOIAR Restauração” seja reativada, para que as empresas possam receber devida novas restrições ao horário de funcionamento dos estabelecimentos.

“Com a reabertura do setor da restauração e similares no horizonte, e de acordo com o plano de desconfinamento previsto, serão impostas novas restrições ao horário de funcionamento dos estabelecimentos, que ficarão novamente forçados a encerrar às 13 horas aos fins de semana. Nesse sentido, a AHRESP defende que a medida “APOIAR Restauração” seja reativada, para que as empresas possam receber devida compensação por esta grave limitação ao funcionamento, que para muitos estabelecimentos, são os dias de maior faturação”, refere a associação.

A AHRESP recorda que  HOTREC, que representa as associações europeias de hotéis, restaurantes e cafés, e a Federação Europeia de Sindicatos de Alimentação, Agricultura e Turismo (EFFAT) emitiram um comunicado apelando à União Europeia e aos Estados-membros para prolongarem os apoios, através de ajudas estatais, fundos de coesão, apoios à manutenção de emprego, para além de dezembro de 2021.

AHRESP defende que a medida “APOIAR Restauração” seja reativada
Fotografia: AHRESP

A AHRESP reforça que esta é uma medida que tem vindo a defender, realçando que o mesmo comunicado enumera uma série de recomendações para “apoiar as empresas no setor da hospitalidade, que continuam a lutar para sobreviver e para salvar milhões de postos de trabalho”.

“Entre os conselhos, está a implementação de medidas que evitem os elevados níveis de endividamento das empresas, que assegurem os rendimentos dos trabalhadores e que apoiem o reforço das competências profissionais, assim como a requalificação dos recursos humanos. Ao mesmo tempo, é preciso “atrair a confiança dos consumidores”, lê-se na nota que nos foi enviada.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!