Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Ministro das Infraestruturas e Habitação, presidiu à cerimónia de homologação do Acordo entre Autarquia Paivense e Ministério (c/vídeo)

Partilhar por:

392 famílias paivenses vão ser apoiadas em Castelo de Paiva no âmbito do 1.º Direito, programa que visa a promoção de soluções habitacionais para as famílias mais carenciadas e sem alternativa habitacional.

A cerimónia de homologação do Acordo de Colaboração do município de Castelo de Paiva com o Ministério respetivo para a Estratégia de Habitação Local, no âmbito do 1º Direito, teve lugar, esta tarde e contou com a presença do Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos.

O governante começou por referir a concretização do que considerou dois desígnios antigos e muito ambicionados pelos paivenses – IC35 e variante à EN 222.

Também a habitação é preocupação deste governo. Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e Habitação defende uma aposta nesta área, contando para tal com envolvimento das autarquias.

Habitação com dignidade para todos é o objetivo.

Segundo o presidente autarquia paivense, Gonçalo Rocha, esta “resposta estratégica permitirá apoiar 392 famílias paivenses, a viver em situações e condições indignas de habitação.

São cerca 29,4 milhões de euros de investimento do IHRU – Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana, dos quais 26,4 milhões euros terão financiamento a fundo perdido”.

De acordo com a câmara municipal, “o Plano de Recuperação e Resiliência vai permitir financiar a 100%, a fundo perdido, os primeiros 26 mil imóveis que forem executados até 2026, no âmbito deste 1.º Direito”.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!