Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Movimento “A Pão e Água” reclama abertura imediata de ginásios, cabeleireiros e barbeiros (C/ Vídeo)

Partilhar por:

Fotografia: Movimento A pão e água

O Movimento “A Pão e Água” promove, esta sexta-feira, 15h30, na Avenida dos Aliados, no Porto, um protesto reivindicando a abertura imediata ginásios, cabeleireiros e barbeiros.

Alberto Barros, mais conhecido por Berto Boss, do movimento, que nasceu no Porto, mas tem já ramificações em várias cidades portuguesas, realçou que o movimento defende, também, a abertura da restauração e das escolas a partir do dia 16 de março e por fim o comércio.

Ao Novum Canal, Berto Boss reconheceu que a situação está a ficar “insustentável”, há pessoas e empresas a viverem situações verdadeiramente “dramáticas” e com inúmeras dificuldades.

Berto Boss confirmou que as restrições que têm sido implementadas pelo Governo, e que mantêm os profissionais destes setores confinados, não fazem qualquer sentido.

Alberto Barros destacou que o movimento não é contra o Governo, mas contra as medidas que têm sido implementadas e que continuam a impedir certas áreas de negócio de laborarem.

Fotografia: Movimento A pão e água

O penafidelense manifestou mesmo que o Governo “escuda-se” nas orientações e diretrizes da Direção-Geral de Saúde (DGS) e limita-se a cumprir com as suas normas.

Berto Boss avança, ainda, que os tão propaladas apoios que têm sido anunciados pelo Governo não passam de “falsos apoios”, reforçando que, regra geral, chegam passados três meses.

“O que é que as pessoas vão fazer durante esses três meses?” pergunta, recordando que as pessoas e as empresas não podem continuar fechadas e sem trabalhar.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!