Novum Canal

mobile

tablet

Moratórias terminaram esta quinta-feira

Estudo constata que 76,2% dos portugueses estão “pessimistas ou muito pessimistas acerca da evolução da economia” (C/ Vídeo)

Partilhar por:

Um estudo do ISAG – Instituto Superior de Administração e Gestão e do Centro de Investigação de Ciências Empresarias e de Turismo da Fundação Consuelo Vieira da Costa (CICET-FCVC) constata que “76,2% dos inquiridos estão pessimistas ou muito pessimistas acerca da evolução da economia portuguesa”.

O estudo desenvolvido pelo grupo de investigadores do CICET-FCVC e professores do ISAG-EBS, com a coordenação científica de Ana Pinto Borges e Elvira Vieira, permite concluir que o surto pandémico “trava decisões e investimentos dos portugueses em 2021, destacando que “o desconforto financeiro foi agravado pela pandemia e decisões como “mudar de emprego, casar ou ter filhos, investir em casa, carro ou mercados financeiros estarão fora dos planos dos portugueses para 2021”.

O estudo “Lifestyle e decisões de investimento das famílias portuguesas em 2021” mostra “que este será um ano de estagnação no que diz respeito às grandes mudanças de vida e investimentos”, sendo que 77,9% dos inquiridos “uma mudança de emprego estará fora dos planos”, e “ 84,7% indicaram mesmo que não estavam à procura de novo trabalho”.

O estudo evidencia, ainda, que “nas decisões familiares, casar não será opção para a maioria e ter filhos não acontecerá, em 2021, para 94,1% dos inquiridos que já os têm e para 89,8% dos que não têm filhos”.

No que toca às “decisões de investimento, como comprar casa”, o estudo refere que “82,8% dos inquiridos que não têm habitação permanente não procurarão comprá-la em 2021 e, entre os que já a têm, 91% não irão fazer nova compra. Quanto ao carro, 85% revelaram não pretender fazer uma primeira compra em 2021 e 94,2% dos que já têm veículo próprio afirmaram não querer voltar a investir”.

De acordo com o mesmo estudo “em 2021, 71,3% do total dos respondentes também não demonstraram propensão para investir em títulos financeiros. Já para os 28,7% que poderão fazê-lo, os instrumentos financeiros estáveis, como os certificados de aforro ou do tesouro, serão as opções mais procuradas, sobretudo, pelas gerações mais velhas (Baby Boomers e Geração X).”

Segundo o ISAG-EBS e CICET-FCVC, “as perspetivas dos portugueses para 2021 terão sido impactadas pelo aumento do seu desconforto financeiro. 19,6% dos inquiridos admitiram que a sua situação financeira era desconfortável ou muito desconfortável, quando, antes da pandemia, apenas 7,3% o indicavam. Do mesmo modo, do cenário antes da pandemia para o atual, houve uma diminuição dos 66,6% para os 52% nos inquiridos que se diziam confortáveis ou muito confortáveis com as suas finanças”.

O estudo avança, ainda que geração dos Millennials (18 aos 39 anos), estes continuam a ser os mais disponíveis para mudar de emprego.

“No entanto, apenas 31,6% destes Millennials admitiram fazê-lo em 2021, um valor muito baixo quando pensamos que a troca frequente de emprego, com a procura de novos desafios e oportunidades, é característica desta geração”, explicam as coordenadoras científicas do CICET-FCVC e docentes do ISAG – European Business School, Professora Ana Pinto Borges e Professora Elvira Vieira. “De referir ainda que 85,9% dos que afirmaram querer mudar de emprego irão procurar trabalho por conta de outrem, desvalorizando a criação de negócios e o empreendedorismo que vinham crescendo, nos últimos anos, entre os Millennials”, refere o comunicado que nos foi enviado.

O estudo “Lifestyle e decisões de investimento das famílias portuguesas em 2021” foi realizado entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021, através de um inquérito online que permitiu alcançar uma amostra de 1.063 respondentes residentes em Portugal. A investigação foi orientada pelas coordenadoras científicas do CICET-FCVC e docentes do ISAG – European Business School, Professora Ana Pinto Borges e Professora Elvira Vieira”, refere a mesma nota de imprensa.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!