Novum Canal

mobile

tablet

Câmara de Paredes recolheu 28 cães na freguesia de Aguiar de Sousa no último ano

Partilhar por:

A Câmara de Paredes avisa que, no último ano, recolheu 28 cães na freguesia de Aguiar de Sousa.

Em nota enviada ao Novum Canal, o município recorda que relativamente ao cães errantes em Aguiar de Sousa, esta freguesia está identificada, “como uma situação muito particular, como é um local onde existem animais errantes que obtêm alimentos junto da população incluindo matilhas que vivem nos montes”.

A autarquia reforça que por se tratar de uma zona florestal, “um local pouco frequentado, infelizmente  permite o abandono de animais sem testemunhas. Esta situação está monitorizada em colaboração com as autoridades (GNR e PM) e a veterinária municipal”, sustentando que sempre que possível os animais são recolhidos.

De acordo com dados enviados à Direção-Geral de Alimentação Veterinária (DGAV), a câmara avança que em 2020 foram “vacinados contra a raiva 887 animais, foram recolhidos pelos serviços da câmara 504, adotados 430 animais, 366 dos quais capturados da via pública, eutanasiados 51, esterilizados, 212, sendo a capacidade existente no atual canil de 17 cães de porte médio”.

Quanto aos dados de 2021, a autarquia sublinha que foram “passados 64 cheques apoio à adoção, esterilizados 21 animais, adotados 55 e capturados 51 (cães) e seis encontrados na rua por particulares que os levam ao canil”.

Ainda no âmbito da política animal, o executivo municipal confirma que são vários os investimentos em curso, “nomeadamente a obra construção de um Centro de Recolha Oficial de Animais, estrutura está preparada para o alojamento de gatos e terá uma maior capacidade de alojamento para cães”.

“ Para além das boxes dos animais estará dotado ainda de estruturas de suporte que permitirão uma melhor resposta às necessidades do concelho e dos animais alojados, nomeadamente, jaulas de isolamento/quarentena e zonas para exercício exterior e passeio dos animais. Será possível alojar em simultâneo 42 cães e 24 gatos”, acrescenta a autarquia, sustentando que este equipamento tem um investimento de 219,255.97 euros e um prazo de construção de 180 dias (seis meses).

O executivo reforça, ainda, que recentemente foi feito um investimento numa nova carrinha para transporte e recolha de animais.

 A câmara relembra que têm sido implementadas várias campanhas de esterilização, reiterando que a “promoção de adoção é contínua e a todos os animais adotados por intermédio do município é oferecida a vacinação, a identificação eletrónica (chip) e a esterilização”.

Na nota enviada ao Novum Canal, o executivo municipal declara que na reunião de câmara de 4 de fevereiro foi aprovado o regulamento do programa de incentivo à esterilização de cães e gatos que foi esta sexta-feira à aprovação da Assembleia Municipal.

A autarquia manifesta, ainda, que “concederá apoios no âmbito médico veterinário, mais concretamente na esterilização de cães e gatos, nomeadamente: atribuição de cheque esterilização a animais, cujos detentores estejam em situação de vulnerabilidade económica; atribuição de vale esterilização, como medida de incentivo ao controlo reprodutivo de animais de companhia”, afiançando que os “apoios a atribuir no âmbito do presente regulamento são concretizados através de protocolo a celebrar com Centros de Atendimento Médico Veterinário (CAMV) aderentes”.

O municio relembra que podem requerer os apoios “os munícipes que reúnam as condições e quando sejam cumpridas cumulativamente as seguintes condições: o animal esteja efetivamente alojado no concelho de Paredes; o animal esteja devidamente identificado e registado em base de dados nacional Sistema de Identificação de Animais de Companhia – SIAC; se verifique o cumprimento das obrigações legalmente previstas para a detenção de animais de companhia e das restantes obrigações legais e regulamentares para com o animal e quaisquer outros à sua guarda”.

No que concerne à atribuição do cheque esterilização, podem requerê-lo os munícipes que estejam em “situação de carência económica comprovada; apresentem um rendimento mensal per capita do respetivo agregado familiar igual ou inferior a 50% o valor do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), por cada elemento”, correspondendo  “cada cheque de esterilização corresponde ao custo da respetiva intervenção cirúrgica” e “cada vale de esterilização corresponde a Vale de esterilização cão – € 37,50; vale de esterilização cadela – € 50,00; vale de esterilização gato – € 12,50 e vale de esterilização gata – € 25,50”.

O executivo recorda, ainda, que dispõe de uma página no site da câmara (dedicada à adoção).


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!