Novum Canal

mobile

tablet

Valongo assume o valor da atualização do tarifário doméstico da água e saneamento para 2021

Partilhar por:

A Câmara de Valongo vai assumir o valor da atualização do tarifário doméstico da água e saneamento para 2021  e esclarece que irá implementar medidas extraordinárias e temporárias, num montante de um milhão de euros para apoiar as famílias com o objetivo de minimizar as consequências da crise sanitária que continua a afetar a região e o país.

Citado em comunicado, o presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, destaca que  a autarquia irá assumir como apoio social o valor da atualização do tarifário doméstico da água e saneamento para 2021, para que nenhuma família seja afetada.

O chefe do executivo esclarece que “a atualização tarifária anual é obrigatória devido ao contrato de concessão que veio para Valongo em 2000, e sempre que é adiada – como já ocorreu no passado – acaba por prejudicar as famílias nos anos vindouros”.

“Com esta decisão extraordinária nenhuma família do concelho será prejudicada pela atualização tarifária”, afirma o autarca, referindo que “entre Março e Maio, além de não serem afetados pela atualização tarifária, os consumidores domésticos também verão reduzida a fatura da água porque o preço do 2º escalão (dos 6 aos 15 metros cúbicos) será igual ao do 1º escalão  (até 5 metros cúbicos). Ou seja, até aos 15 metros cúbicos será praticado o preço mais reduzido”.

Além deste apoio às famílias, o município avisa que será também reduzida a tarifa da água das IPSS e dos Bombeiros para o valor correspondente ao do 1º escalão dos consumidores domésticos durante os meses de março, abril e maio. M

“Mediante requerimento, as tarifas fixas da água, saneamento e resíduos sólidos urbanos serão reembolsadas às empresas e comércio local em situação de layoff ou encerramento temporário decorrente da Covid-19, bem como às IPSS, Bombeiros e às Associações”, lê-se no comunicado que nos foi enviado que informa que “será também reforçado para o dobro (150.000 Euros) o Fundo de Emergência Social, que permite apoios financeiros temporários e excecionais (até ao limite de 650 Euros anuais) para que os agregados familiares em situação de carência possam pagar rendas, faturas de gás, água e eletricidade, medicamentos, entre outras despesas essenciais”.

No âmbito do apoio às escolas, a autarquia destaca que “além dos empréstimos dos 1.200 computadores do Banco de Combate à Desigualdade Digital, a Câmara Municipal de Valongo vai reforçar o número de “hotspots” de ligação gratuita à Internet para os alunos mais carenciados do concelho”.

O novo pacote de medidas de apoio prevê, ainda, a criação de uma rede de apoio ao transporte de cidadãos idosos carenciados que serão vacinados contra a Covid-19, em parceria com os Bombeiros Voluntários de Ermesinde e de Valongo e com os táxis do concelho que queiram aderir. O transporte não terá custos para os utilizadores e dependerá da disponibilidade dos operadores, que serão apoiados financeiramente pela autarquia.

“Estamos em sintonia com a comunidade, trabalhamos em rede com todos os parceiros e instituições e adotamos medidas complementares às medidas de apoio do Governo central, salvaguardando sempre a capacidade futura da Câmara Municipal de Valongo poder continuar a ajudar toda a comunidade, designadamente os mais vulneráveis, pois este é o tempo dos mais fortes ajudarem os mais frágeis, o que obriga a uma gestão muito criteriosa dos escassos recursos públicos”, concretiza José Manuel Ribeiro.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!