Novum Canal

mobile

tablet

Resultados de projeto europeu que envolveu municípios de três países foram partilhados

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Amarante

Os resultados do projeto “TRY – Educational Approaches and Self-Management Practices”, parceria estratégica apoiada pelo Programa Erasmus, da União Europeia, que contou com a coordenação do Aventura Marão Clube e envolveu três municípios de três países (Portugal, Polónia e Roménia) foram partilhados, numa iniciativa que envolveu 300 participantes.

A projeto contou, também, com duas organizações não governamentais (ONGs), três escolas de ensino e formação profissional (EFP), o apoio da autarquia de Amarante, tendo sido organizados seis eventos.

O projeto em fase final, deu a conhecer os  resultados, “nomeadamente, o estudo comparativo sobre o impacto da aplicação de metodologias de Educação Não Formal (ENF) e abordagens de gestão mais participativas no ensino e práticas em escolas profissionais”.

Fotografia: Câmara de Amarante

Foi elaborado, no âmbito do projeto, “um documentário que resume as atividades do projeto, em especial as três formações realizadas e o desenvolvimento dos cinco produtos intelectuais previstos; um website com informação sobre atividades, parceiros e acesso gratuito a todos os resultados e produtos desenvolvidos; um manual com métodos de ENF para utilizar, sobretudo, em contexto escolar”.

No âmbito do projeto, foi, também, elaborado “um set de jogos e dinâmicas de ENF para utilizar, também, em contexto escolar e uma compilação de referências educativas, sobretudo na área da ENF”.

Os últimos meses do projeto foram usados a “partilhar os principais produtos e resultados do projeto, difundindo-os pelos públicos-alvo específicos, alunos, professores, diretores de escolas, tomadores de decisão, trabalhadores jovens”.

A autarquia avança que o projeto “TRY – Educational Approaches and Self-Management Practices” foi criado em outubro de 2017, “tem como público-alvo a comunidade de alunos, professores, diretores de escolas e trabalhadores jovens, e como objetivos o aumento da qualidade e relevância do EFP através da introdução da educação não formal nos métodos de ensino”.

O projeto visa, também “a introdução dos princípios de escola autossuficiente com vista a diminuir a dependência do financiamento, e proporcionar aos alunos aulas práticas, desenvolvendo suas habilidades e técnicas”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!