Novum Canal

mobile

HOJE

tablet

Publicidade

Incidente obriga a inutilizar vacinas contra a Covid-19 no CHTS, em Penafiel

Partilhar por:

Fotografia: DGS

Uma quantidade de frascos, não apurada, contendo a vacina da Covid-19 no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), em Penafiel, foi deitada fora, avança o Jornal de Notícias, na edição online de hoje, na sequência de um “acidente”.

Na origem desta situação, ao que tudo indica, estará “uma utilização inadequada do sistema de refrigeração da farmácia do Hospital”.

Contactado pelo Novum Canal, o CHTS destacou que “a inutilização de frascos contendo a vacina da COVID 19, tudo indica que estará associada a uma utilização inadequada do sistema de refrigeração da farmácia do Hospital”.

O CHTS informou que já ordenou a abertura de um processo de inquérito para apurar o que efetivamente se passou.  

“Assim, o Conselho de Administração ordenou de imediato a abertura de um processo de inquérito, para apuramento detalhado do sucedido e das respetivas responsabilidades, estando em avaliação a apresentação de participação por eventual processo crime”, refere o centro hospitalar, que lamenta o sucedido.

Fotografia: DGS

“Tal situação é de lamentar profundamente, uma vez que, quer no CHTS quer em toda a rede do SNS, são fornecidas instruções de trabalho específicas para o seu manuseamento, motivo também pelo qual o Conselho de Administração está determinado em apurar com detalhe o que aconteceu”, acrescenta.

O CHTS esclarece, ainda, que assim que teve conhecimento da situação realizou diversas diligências de forma a que sejam repostas rapidamente as vacinas inutilizadas.

“Sabendo da importância da vacinação para os profissionais do CHTS, a Administração informa ainda que assim que teve conhecimento do problema, realizou diversas diligências de forma a que sejam repostas rapidamente as vacinas inutilizadas. As vacinas devem chegar já amanhã, quinta feira, procedendo-se à vacinação imediata dos profissionais, entre amanhã e sábado”, refere o centro hospitalar que confirma que foram determinadas medidas reforçadas de vigilância permanente no local.

“Atendendo à sensibilidade que esta questão comporta e à sua relevância social, foram ainda determinadas medidas reforçadas de vigilância permanente no local, sempre que existam vacinas para ser administradas”.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!