Novum Canal

mobile

tablet

Fenprof avança com abaixo-assinado pela defesa da saúde dos docentes e de toda a comunidade escolar

Partilhar por:

Fotografia: FENPROF

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof)  vai avançar com a realização de abaixo-assinado, dirigido ao governo,  pelo que diz ser a saúde dos professores e de toda a comunidade escolar.

Na página oficial da Fenprof, a Federação refere que o Governo não tendo implementado as medidas solicitadas pela estrutura sindical  decidiu lançar um abaixo-assinado online e também nas escolas junto dos professores e educadores.

“A FENPROF não acrescentará mais escolas à lista que elaborou no 1.º período porque aguarda que o Ministério da Educação, respeitando sentença do Tribunal Administrativo de Lisboa, disponibilize a informação. Todavia, irá acompanhar de perto as situações concretas.  Se as condições exigidas não forem criadas, as escolas poderão, em breve, ter de encerrar sem que o governo tivesse garantido as prometidas condições para o ensino a distância” refere a estrutura numa curta mensagem que partilhou na sua publicação online e no seu site.

A mesma publicação avança que “o Primeiro-Ministro não confirmou, em entrevistas e declarações feitas após o anúncio de novo confinamento, o que tinha garantido no dia 13: a realização de rastreios periódicos nas escolas, com o recurso a testes antigénio”.

Fotografia: FENPROF

No que toca à vacinação dos professores, a Fenprof declara que “ António Costa tem fugido à questão remetendo para o grupo de especialistas a responsabilidade das decisões já tomadas, parecendo esquecer que o momento que hoje vivemos é muito diferente do que se vivia quando as prioridades de vacinação foram definidas: os casos diários de novas infeções e óbitos atingem valores elevadíssimos; o país entrou em novo confinamento; as escolas mantêm-se abertas para, segundo o governo, atenuarem as consequências da pandemia nas aprendizagens dos alunos”.

O Secretariado Nacional da Fenprof esclarece que o “agravamento da situação epidemiológica no país impõe o reforço da prevenção e das medidas de segurança sanitária nas escolas, sob pena de ser posta em causa a saúde dos docentes e de toda a comunidade escolar”.  


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!