Novum Canal

mobile

HOJE

tablet

Publicidade

PSD contra construção de linha de Alta Tensão em Cinfães

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Cinfães

O vereador do PSD Cinfães, Bruno Rocha afirmou, na reunião de câmara, que decorreu no dia 7 de dezembro, estar contra a construção de um novo eixo a 400KV desde a feira (subestação) até à Ribeira de Pena, onde será construída uma nova subestação, pela Rede Elétrica Nacional (REN).

Para o executivo municipal, a solução encontrada tem menos riscos e menos custos.

O vereador social-democrata recordou que existem estudos que apontam para a existência de “graves problemas de saúde causados por estas linhas de muito alta tensão”.

O vereador laranja afirmou, por outro lado, que a construção destas linhas “não são elementos apelativos do ponto de vista visual sobretudo num concelho que pretende promover o turismo com base no seu ambiente e nas suas paisagens”.

Bruno Rocha manifestou, ainda, que “no caso desta linha em particular, a mesma atravessa o concelho em zonas habitacionais”, devendo o município desenvolver todos os esforços para a sua remoção e “não dar pareceres positivos ao reforço da mesma”.

Ao Novum Canal, o presidente da Câmara de Cinfães, Armando Mourisco, esclareceu que “este projeto prevê a construção de um novo eixo a 400 Kv desde a Feria (Subestação) até Ribeiro de Pena, onde será construída uma nova subestação, este novo eixo tirará partido, em parte do seu percurso, de infraestruturas já construídas anteriormente e preparadas para 400 Kv mas que se encontram a operar com 220 Kv provisoriamente”.

O autarca informou que a intervenção no município “consiste, essencialmente, na utilização da infraestrutura existente”.

Questionado sobre os potenciais problemas de saúde provocados pela instalação desta linha, o chefe do executivo municipal referiu que o “projeto não prevê a criação de novos apoios no concelho de Cinfães, portanto, sem alteração do impacto paisagístico”, sustentando que a linha, já existente, há muitos anos, atravessa sobretudo território sem habitações.

Fotografia: Câmara de Cinfães

O autarca avançou que o “reforço da potência elétrica tem como objetivo servir bem as populações dos concelhos abrangidos, incluindo naturalmente Cinfães”.

Ainda sobre os impactos na saúde, o responsável pelo executivo clarificou que “existem diversos estudos, inconclusivos, ou seja a ciência ainda não conseguiu dar uma resposta definitiva e, portanto, não se pode concluir pela inexistência de riscos”.

“Diferente é a conclusão de grupos de trabalho que referem inequivocamente que o risco é maior nas linhas subterrâneas ( que o sr. Vereador do PSD propõe) em contraponto com as aéreas, para além do custo 13 a 20 vezes superior”, acrescentou, sustentando: “o que é inequívoco é a necessidade de servir as populações com energia elétrica, contrariamente à vontade do sr. vereador Bruno Rocha e do PSD/CDS, que parece querer voltar ao tempo das velas e lampiões”.

Refira-se que na construção desta linha aérea a 400KV entre a subestação da Feira e a subestação de Ribeira de Pena esclarece, a intervenção no município compreende os seguintes trabalhos: “a utilização da infraestrutura existente a 400 Kv (antes a 220 Kv) entre o apoio 91 (próximo de Cortegaça (sul) – Fornelos) e o apoio 123 (junto a Barragem Barrapatelo), designada “Linha Carrapatelo – Estarreja 3”, confirmando que “relativamente ao novo troço (nova linha e apoios) a construir, esta será executada entre o apoio n.º 123 (junto a barragem do Carrapatelo) e a Subestação de Ribeiro de Pena (SRBP), sendo que no município o novo traçado prevê a utilização dos apoios n.º 123 e 124, que após consulta da topografia coincidem com apoios existentes”.

“A presente pretensão (novo troço) encontra-se prevista na carta de condicionantes do PDM.  Face ao exposto informo que a intervenção não prevê novos apoios no novo troço”, lê-se na nota que nos foi facultada.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!