Novum Canal

mobile

HOJE

tablet

Publicidade

Núcleo de Freguesia do CDS discorda de solução encontrada para realojamento da comunidade cigana

Fotografia: CDS-PP Paredes

O Núcleo de Freguesia Paredes do CDS-PP Paredes critica Alexandre Almeida e o seu executivo pela solução encontrada para o realojamento da comunidade cigana em Paredes

Em comunicado enviado ao Novum Canal, o José António Pacheco, Presidente do Núcleo de Freguesia de Paredes e membro da Assembleia de Freguesia de Paredes do CDS-PP, acusa o chefe do executivo municipal de “transformar a sede do concelho de Paredes num subúrbio degradado”.

“O que realmente Alexandre Almeida está a tentar fazer é criar condições para, no futuro próximo, a degradação da qualidade de vida na cidade de Paredes sirva de desculpa para levar a sede do concelho para Rebordosa” refere o membro da Assembleia de Freguesia de Paredes, recordando que “o desenvolvimento sustentável de uma cidade mede-se pela capacidade de organizar os espaços e instalar as pessoas com padrões de qualidade de vida tão altos quanto possível.”

Fotografia: CDS-PP Paredes

José António Pacheco receia que com esta opção Alexandre Almeida possa transformar a sede do concelho de Paredes “num subúrbio degradado e não inclusivo como os que se veem nos bairros adjacentes às grandes cidades”

“O que agora Alexandre Almeida quer fazer é transformar a sede do concelho de Paredes num subúrbio degradado e não inclusivo como os que se veem nos bairros adjacentes às grandes cidades. Pior do que isso, o presidente da câmara quer transformar a cidade de Paredes num grande bairro, espaço de concentração dos mais desfavorecidos no concelho. Quer construir um gueto para pessoas pobres”, afirma, sustentando que “Alexandre Almeida quer juntar a pobreza existente com mais pobreza. O resultado está estudado. Prejudicaria toda a população residente na cidade e não resolveria o problema da comunidade cigana. A cidade tornar-se-ia ainda menos atrativa, o comércio local veria a  sua sobrevivência posta em causa, sobretudo porque a o poder de compra médio baixaria substancialmente e os níveis de marginalidade e insegurança aumentariam para níveis assustadores e a cidade de Paredes seria ainda menos atrativa do que já é hoje”.

Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!