Novum Canal

mobile

tablet

Presépio na Capela é atração natalícia na freguesia e mobiliza centenas de curiosos

Partilhar por:

Fotografia: Manuel Alves

Inserido no Museu da Broa, nos três moinhos da montante da Estrada Nacional 319, na freguesia da Capela, encontra-se o presépio da freguesia, que é  já uma referência no concelho e cuja fama extravasa os limites do território.

Segundo  o presidente da Freguesia da Capela, Manuel Alves, o presépio tem mais de 10 anos de existência, mas ao longo dos últimos anos tem ganho uma visibilidade e notoriedade crescentes, sendo inúmeras as pessoas e curiosos que todos os anos acorrem à freguesia para contemplarem esta verdadeira obra de arte que abrange os três moinhos a montante da Nacional 319, numa extensão já bastante considerável.

Ao Novum  Canal, o autarca realçou que o presépio é organizado pela Junta de Freguesia, conta com o apoio de várias associações locais, integra cerca de 50 peças, estando localizado num ponto estratégico do Museu da Broa, na Ribeiro da Trunqueira, o que confere ao visitantes uma visão ampla e uma perspetiva única que não deixa ninguém indiferente.

O autarca confessou que a estrutura é toda ela eletrificada o que faz com que ao final da tarde, início de noite ganhe uma nova dimensão, com a iluminação a deliciar por quem ali passa e o presépio a encher-se de luz e brilho.

Falando das  peças que embelezam o presépio e dão vida à estrutura, Manuel Alves realçou que além do Menino, da Nossa Senhora e São José, aquele comporta outros elementos como os três Reis Magos, os moleiros, a lavadeiras,  o anjo e a estrela, os animais, entre outras figuras que fazem parte do Natal Católico e do imaginário natalício que vem descrito na Bíblia e que remetem para o nascimento de Jesus, há mais de dois mil anos.

Fotografia: Manuel Alves

Além de assinalar a quadra natalícia, o responsável pelo executivo da freguesia da Capela reconheceu que o presépio funciona como um motor de divulgação  da freguesia que ajuda, também, a promover o Museu da Broa, estrutura que é  composta por seis moinhos recuperados e que está inserida numa paisagem rural única e verdejante.

Num ano normal, o autarca revelou que o número de visitantes que se deslocariam à freguesia seriam na ordem das centenas ou milhares.

“Como estamos num ano atípico, marcado pela crise sanitária, não serão tantos, até porque as pessoas têm também algum receio devido à doença e às restrições, mas ainda assim acredito que até aos Reis, serão centenas os curiosos que irão visitar o presépio”, afiançou, realçando que este ano devido à crise sanitária a inauguração do presépio que costuma ser assinalada com uma cerimónia e com toda a pompa e circunstância teve de ser cancelada.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!