Novum Canal

mobile

tablet

AHRESP saúda decisão de Governo alargar Programa Apoiar ao 4.º trimestre de 2020

Partilhar por:

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) saúda a decisão de Governo alargar o Programa Apoiar ao 4.º trimestre de 2020.

A associação, em comunicado enviado ao Novum Canal, salienta que esta decisão reveste-se da maior importância para a compensação financeira dos elevados prejuízos que as empresas estão a registar.

“Após a reunião havida entre o Ministério da Economia nas pessoas da Secretária de Estado do Turismo e do Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor com a AHRESP, no passado dia 21 de dezembro, o Governo veio hoje anunciar pela voz do Secretário de Estado Adjunto e da Economia, em entrevista a um jornal diário, o alargamento do Programa Apoiar ao 4º trimestre de 2020. Esta medida reveste-se da maior importância para a compensação financeira dos elevados prejuízos que as nossas empresas estão a registar, seja na época natalícia e muito particularmente na passagem de ano”, lê-se no comunicado enviado ao Novum Canal.

A AHRESP esclarece que  “o apoio será de 20% das quebras registadas no 4º trimestre 2020 face ao período homólogo de 2019 e as candidaturas serão abertas no decorrer da primeira quinzena de janeiro de 2021. Uma vez que se trata de uma medida ao abrigo do Programa Apoiar, acreditamos que as empresas do alojamento turístico possam também ser abrangidas, como temos defendido”.

De acordo com a página oficial do Governo, a dotação do programa Apoiar prevê um alargamento de 150 milhões de euros para apoiar as empresas com perdas na faturação relativas ao quarto trimestre de 2020.

Pretende-se com este alargamento,  de acordo com a mesma página, ampliar o leque de empresas beneficiadas através deste mecanismo.

O Governo admite, também, a possibilidade de ajustar este programa de acordo com as circunstâncias.

Refira-se que o Programa Apoiar destina-se a micro e pequenas empresas permitindo às empresas  afetadas pela crise sanitária, com quebras de faturação superiores a 25% nos primeiros nove meses deste ano, recorrer a este instrumento.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!