Novum Canal

mobile

tablet

Vacinação de grupos prioritários poderá iniciar a 27 de dezembro

Partilhar por:

Fotografia: Página Oficial do Governo

A vacinação dos grupos prioritários deverá iniciar a 27 de dezembro.

O anúncio foi feito pela Ministra da Saúde, Marta Temido, esta quinta-feira, na  sequência de uma reunião a Task force do plano de vacinação contra a Covid-19, que contou com a presença do primeiro-ministro e outros membros do Governo.

A governante avançou que das cinco vacinas que estão neste momento em apreciação, no processo Europeu, há duas que estão numa fase mais avançada a da Pfizer e da Moderna.

“ A Pfizer tinha uma data do parecer da Agência Europeia do Medicamento próxima do Natal, neste momento, essa previsão está apontada para o dia 21 de dezembro e a previsão de autorização de introdução no mercado condicional está prevista para 23 de dezembro”, disse Marta Temido, salientando que previsão da vacina da Moderna acontecerá mais adiante no ano.

Quanto às quantidades de vacina, a responsável pelo Ministério da Saúde revelou que a previsão de entrega se materializará no mês de dezembro.

“Aquilo que os países estimam possa acontecer é que o calendário de vacinação possa ser alinhado entre todos e possa iniciar-se no dia 27 de dezembro.  A previsibilidade é que a primeira das companhias que está com vacinação para parecer e depois para autorização para introdução no mercado condicional possa chegar ao nosso país ainda antes do Natal e que possamos começar a vacinar num calendário alinhado com todos os países entre 27 e 29 de dezembro, naquilo que será uma entrega de um lote de 9750 unidades que marca o arranque do processos de vacinação contra a Covid-19”, disse sustentando que este lote juntamente com as 303 225 mil doses que estão referidas fazem a quantidade pensada para o mês de janeiro de 2021, de 312 975 doses.

Fotografia: Página Oficial do Governo

“Este valor é inferior àquele que inicialmente tínhamos previsto nesta companhia, na medida em que a própria companhia alterou aquilo que são as suas possibilidades de distribuição para todos os países europeus.  Esta quantidade de vacinas é função daquilo que é a população de cada país”, acrescentou.

Marta Temido manifestou, também, que está a ser ultimado o processo de seleção do grupo que vai ser vacinado neste primeiro lote, nestes primeiros dias de vacinação.

“Esse grupo respeitará aquilo que são as prioridades clínicas que foram definidas tecnicamente e face à dimensão deste lote será focado na componente profissionais de saúde na medida  em que são aqueles que na primeira linha nos poderão ajudar melhor a proteger os restantes.  No mês de janeiro chegarão previsivelmente, a partir do dia 4, as demais doses de cerca de 303 mil vacinas que farão esta primeira disponibilidade desta primeira vacina da Pfizer”, afiançou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!