Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Covid-19: Técnicas da Câmara de Gondomar colaboram na realização de rastreios

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Gondomar

Cinco técnicas superiores da Câmara Municipal de Gondomar estão a colaborar na realização de rastreios a infetados à Covid-19 e a realizarem contactos no âmbito de um protocolo entre a autarquia gondomarense e a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte).

Segundo o município, o projeto integra “três equipas totalizam 20 elementos, sendo compostas por dez militares do Exército, cinco profissionais de saúde e cinco técnicas superiores da Câmara Municipal de Gondomar (as quais tiveram, previamente, uma formação de três dias na ARS-Norte). Todas as equipas já se encontram a contactar os munícipes que tenham testado positivo à COVID-19 há cerca de nove dias”.

Na sua publicação oficial do facebook, o município esclarece que o protocolo tem como metas “o reforço de recursos humanos destinados à realização dos inquéritos e, por outro lado, a otimização dos contactos com os casos positivos, por forma a torná-los mais céleres e, assim, interromper mais rapidamente as cadeias de transmissão na comunidade gondomarense”.

A autarquia esclarece ainda que “o projeto pretende ser uma resposta às queixas da população gondomarense relativas à demora no contacto com os munícipes, numa primeira fase, que testaram positivo à COVID-19 e, numa segunda fase, que possam ter estado na rede de contactos de um caso positivo – pessoas essas que o próprio possa ter contaminado involuntariamente – ou, simplesmente, esclarecer dúvidas sobre o preenchimento online do inquérito enviado pela ARS-Norte”.

Fotografia: Câmara de Gondomar

A câmara municipal informa, na mesma publicação, que a “medida tem revelado um impacto muito positivo na interrupção das cadeias de transmissão. Aquando do início da iniciativa, eram 1800 os indivíduos que, em Gondomar, ainda não tinham sido contactados pela ARS-Norte”.

“Esses contactos demoravam entre 5 a 6 dias a ocorrer. Atualmente, com o reforço desta equipa, os contactos estão em dia, nas duas fases essenciais para interromper as cadeias de transmissão: quer na fase inicial em que é contactado o próprio infetado, quer na segunda fase em que são contactados os indivíduos que possam ter sido contaminados, involuntariamente, por esse infetado”, acrescenta o texto da publicação.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!